Funcionários testam para Covid-19 e Hemosc de Chapecó suspende atendimentos

Unidade ficará restrita aos atendimentos de emergência dos hospitais da região

Um aumento de casos positivos de coronavírus entre funcionários do Hemosc (Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina) em Chapecó, no Oeste do Estado, obrigou o hemocentro a suspender as atividades por sete dias.

Hemosc em Chapecó fica no bairro Esplanada – Foto: Reprodução/Divulgação/NDHemosc em Chapecó fica no bairro Esplanada – Foto: Reprodução/Divulgação/ND

Segundo a coordenadora de captação do Hemosc Chapecó, Eliana Ribicki, a suspensão dos atendimentos no município é temporária: de segunda (1º) até sexta (5). As coletas retornarão na segunda-feira (8). 

Eliana tranquiliza que não faltará sangue nos hospitais da região, pois, as demais unidades do Hemosc suprirão a necessidade do Oeste de Santa Catarina durante este período crítico. 

Três profissionais vão dar suporte de emergência no fornecimento de sangue para os hospitais da região. Eles vão manter o funcionamento dos setores de processamento de sangue, exames e ambulatório. 

Agendamentos 

As coletas de sangue agendadas para a próxima semana serão remarcadas. Conforme Eliane, uma equipe fará contato com os voluntários para informar da suspensão temporária. 

Por conta da pandemia, as doações de sangue são feitas mediante agendamento online. É preciso acessar o site hemosc.org.br na opção agende sua doação. Ou se preferir, o agendamento pode ser feito pelo telefone 3700-6401.

O que é preciso para ser doador:

Ter idade entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos. Os menores de 18 anos devem ter consentimento formal do responsável legal

Pesar no mínimo 50 kg

Estar alimentado. Não ingerir alimentos gordurosos antes da doação

Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas

Apresentar documento de identificação com foto emitido por órgão oficial. Serão aceitos documentos digitais com foto

Os doadores do sexo masculino devem manter um intervalo de dois meses entre uma doação e outra com o máximo de quatro doações no período de um ano. Para as mulheres, o intervalo é de três meses com o máximo de três doações ao ano

Impedimentos temporários para a doação:

  • Gripe, resfriado e febre: aguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas
  • Infecção pelo novo coronavírus: aguardar 30 dias após a completa recuperação

Período gestacional

  • Período pós-gravidez: 90 dias para parto normal e 180 dias para cesariana
  • Amamentação: até 12 meses após o parto
  • Ingestão de bebida alcoólica: aguardar 12 horas após o consumo
  • Exames/procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses
  • Vacina da febre amarela ou sarampo: aguardar 4 semanas após a vacinação
  • Tratamento dentário cirúrgico como extração, tratamento de canal: 7 dias após o procedimento e/ou suspensão dos medicamentos

Impedimento definitivo:

  • Ter passado por um quadro de hepatite após os 11 anos de idade
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV 1 e 2 e doença de Chagas
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde