Governo divulga resultado do 1º evento-teste em SC e sugere medidas

Público presente tinha esquema vacinal completo, realizou teste PCR antes e depois do evento e não pode consumir alimentos no Teatro

O GT (Grupo de Trabalho de Pesquisadores), em parceria como o governo de Santa Catarina, responsável pela execução do primeiro evento-teste no Estado, em 29 de julho, divulgou as conclusões do evento relacionadas à pandemia de Covid-19.

Camerata de Florianópolis se apresentou em julho deste ano, no CIC – Foto: Tóia Oliveira/Camerata Florianópolis/Divulgação/NDCamerata de Florianópolis se apresentou em julho deste ano, no CIC – Foto: Tóia Oliveira/Camerata Florianópolis/Divulgação/ND

Os 548 presentes no Teatro Ademir Rosa, em Florianópolis, precisaram seguir recomendações sanitárias para acompanhar o show da Camerata Florianópolis.

Entre as recomendações, estavam a necessidade de esquema vacinal completo, realização de teste PCR antes e depois do evento e proibição do consumo de alimentos no interior no teatro. O GT, integrado por representantes da Unisul e da Univali, constataram que os resultados foram positivos.

“Os resultados, com as ressalvas destacadas de forma relevante pelos pesquisadores, são positivos. O espetáculo serviu para nortearmos a nossa conduta, pois temos, agora, um diagnóstico, um balizamento, do que podemos retomar. Foi um evento científico, que nos permite ter segurança nos eventos”, declarou o presidente da Santur, Renê Meneses.

Protocolos de segurança

Os pesquisadores apresentaram as diretrizes do processo que foi estabelecido e realizado ao longo do evento-teste.

O check-in dos participantes foi realizado através de um QR Code por  uma plataforma de rastreabilidade contratada pela Santur. Contendo os principais dados pessoais, foi possível, após o evento, monitorar a plateia através do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial).

Além disso, ao fim da apresentação da Camerata Florianópolis, os participantes foram orientados para deixar o teatro de forma a não causar aglomeração.

Nas duas semanas após a apresentação, houve monitoramento entre o público. Os participantes foram contatados, por meio de aplicativo de mensagem, no terceiro, oitavo e décimo quarto dias, a fim de averiguar qualquer sintoma de Covid-19.

Aqueles que apresentaram sintomas foram direcionadas à vigilância epidemiológica do Estado. Até o quinto dia pós-evento, não foi registrado nenhum caso positivo de Covid-19.

Próximos passos

Por enquanto, não haverão mais eventos-testes de caráter experimental em Santa Catarina. Mesmo assim, na próxima semana, deve ser publicada uma portaria orientando a retomada oficial do setor de eventos no Estado.

O GT orienta para medidas que podem ser adotadas nas próximas ocasiões. Confira abaixo:

  • Todo o público elegível deve ter esquema vacinal completo;
  • O uso de máscara PFF2 sem válvula é a mais segura para eventos em ambientes fechados. Nessa situação, deve-se contar com sistema eficiente para trocar do ar interno.
  • Higienização dos utensílios de possível uso compartilhado (microfone) com álcool 70%;
  • Garantia de distanciamento físico com cadeiras intercaladas e devidamente sinalizadas, além de redução da lotação máxima para 50%;
  • Impedir o consumo de alimentos e bebidas em ambiente interno, evitando que o público retire as máscaras;
  • Fundamental uma equipe treinada e preparada na orientação e controle dos regramentos sanitários.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...