Grande Florianópolis: onde me vacinar contra a Covid-19 neste final de semana?

Apenas Biguaçu, das principais cidades da região, está com a vacinação pausada. Florianópolis, Palhoça e São José mantém campanha

Mais doses da vacina contra a Covid-19 chegaram em Santa Catarina na quinta-feira (6). São mais de 138 mil vacinas da Astrazeneca que estão sendo distribuídas às 17 centrais regionais do Estado. Além disso, a Grande Florianópolis mudou o grupo de vacinação nesta semana e agora realiza  a aplicação da primeira dose, em pessoas com comorbidades. Neste sábado (8), a campanha segue com o mesmo grupo.

enfermeira aplicando a dose da vacinaPalhoça vacina idosos de 60 anos ou mais – Foto: PMF/Divulgação

Florianópolis entrou na fase 3 da campanha de vacinação. Neste sábado, a Capital vacina pessoas de 58 e 59 anos com comorbidades, além de gestantes e mulheres com até 45 dias após o parto com comorbidades, pessoas com síndrome de Down a partir dos 18 anos e pessoas com doença renal crônica em terapia.

Também podem receber a dose um, neste momento, pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada, independente da idade.  A lista de comorbidades pode ser consultada no site da prefeitura. 

São José ampliou o grupo prioritário e agora, a vacinação acontece em pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos.

São válidas as seguintes comorbidades para este sábado: limitação motora, que cause dificuldade ou incapacidade para andar, ouvir e enxergar, mesmo com ajuda de aparelhos. (aparelho auditivo e óculos de grau) e pessoas com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais.

Palhoça dá continuidade à vacinação em idosos de 60 anos. As pessoas com comorbidades serão vacinadas no município, a partir de agendamento feito anteriormente. Neste sábado, o município faz a vacinação apenas nos idosos com idade a partir de 60 anos.

A partir da próxima semana, Biguaçu dará início a aplicação da primeira dose em pessoas com comorbidades.  No entanto, não haverá vacinação neste fim de semana.

O Grupo ND oferece diariamente informações de casos da Covid-19, leitos, quem está sendo imunizado nas cidades, onde as vacinas estão sendo aplicadas e o que é preciso fazer antes de chegar até o local indicado em cada município.

Saiba onde se vacinar

Florianópolis: a Capital abriu novos pontos de vacinação na cidade, que funcionarão das 9h às 16h neste sábado. São eles:

  • Centro Eventos Luiz Henrique da Silveira (Canasvieiras): drive-thru e ponto fixo;
  • Centro de Eventos da UFSC: drive-thru e ponto fixo;
  • Beira-Mar Continental: drive-thru e ponto fixo;
  • Antigo Aeroporto (Carianos): drive-thru e ponto fixo;
  • Floripa Shopping: ponto fixo.

Para se vacinar em Florianópolis, além do comprovante de residência e documento com foto, é preciso apresentar cópia de atestado ou laudo médico. Será aceito também: prescrição médica, exames ou receitas (desde que especificada a comorbidade/condição).

São José: Neste sábado, a vacinação em São José acontece das 15h às 20h nos seguintes locais:

  • Drive-thru no Continente Shopping;
  •  Centro Multiuso (Beira-Mar de São José).

Para receber a vacinação no município, é preciso apresentar, além de um documento com foto e comprovante de residência: laudo que indique a deficiência ou cartões de gratuidade no transporte público; documentos que comprovem atendimento em centros de reabilitação ou unidades no atendimento de pessoas com deficiência;

A prefeitura pede para que as pessoas desse grupo façam um pré-cadastro no site da prefeitura e levem consigo o QR-Code, gerado após preenchimento de dados no site.

Palhoça:

  • Estação Palhoça, na Ponte do Imaruim, das 9h às 16h; 
  • Posto de atendimento na Praia Pinheira, das 9h às 12h. 

O idoso precisa apresentar, no momento da aplicação, um documento com foto e comprovante de residência.

Biguaçu

O município segue com a vacinação pausada. O próximo grupo prioritário no município serão pessoas com comorbidades e aplicação deve ter início na próxima semana.

Atraso da CoronaVac pode afetar mais de 2,3 mil pessoas em SC

Além do número reduzido de vacinas contra a Covid-19, algumas cidades catarinenses precisam lidar com outro problema: a paralisação da aplicação da segunda dose por falta de imunizantes.

Isto é a situação de, ao menos, nove cidades. Segundo um levantamento feito pelo ND+, elas não tem mais estoque para a D2 da CoronaVac. Caso novas vacinas não cheguem às Prefeituras, 2.393 pessoas podem não ser completamente imunizadas dentro do prazo de 28 dias.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde