Guarda Municipal de Chapecó ativa novo número para denúncias

Nas últimas 24 horas a GM recebeu 206 chamados no telefone 153 com relação ao descumprimento das medidas de segurança contra a Covid-19

Após a publicação de um novo decreto com restrições em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, os órgãos de segurança têm recebido diariamente inúmeras denúncias do descumprimento das orientações sanitárias de combate à Covid-19.

Guarda Municipal em atendimento de denúncias de descumprimento de restrições da Covid-19Um novo número foi ativado para denúncias na Guarda Municipal. – Foto: Prefeitura de Chapecó/Reprodução/ND

Somente nas últimas 24 horas a Guarda Municipal recebeu 206 chamados no telefone 153. Uma delas foi sobre um empresário que teve confirmação de contaminação com o coronavírus que foi flagrado atendendo clientes e sem máscara. O fechamento do local foi realizado pela PC (Polícia Civil) e a Guarda Municipal.

Alta demanda

Devido a alta demanda o diretor de segurança de Chapecó, Clóvis Leuze, ativou um novo número para denúncias. “Acabamos de ativar o número 156 novamente e colocamos mais pessoas para receber ligações. Estamos com excesso de demanda e nosso efetivo não é tão grande para que tenhamos condições de verificar in loco de imediato”, explicou.

Somente na quarta-feira (24) a Guarda Municipal estava com 10 ocorrências em atraso de atendimento pela falta de efetivo para a conferência. “Estamos empenhando inclusive os agentes de trânsito para apoiar na verificação dessas denúncias, porque infelizmente muitas delas são infundadas o que acaba fazendo com que o tempo seja perdido”, acrescentou Leuze.

Os órgãos de segurança estão atuando de forma conjunta nas fiscalizações. – Foto: Reprodução/NDTV ChapecóOs órgãos de segurança estão atuando de forma conjunta nas fiscalizações. – Foto: Reprodução/NDTV Chapecó

Contatos para denúncias

Os números para denúncia são o 153, 156, da Guarda Municipal e o 190 da PM (Polícia Militar). A Vigilância Sanitária também tem um telefone para denúncia, mas apenas no horário comercial das 07h30 às 11h30 e das 13h às 17h. O número é (49) 3319-1400.

De acordo com o coordenador da Vigilância Sanitária, Maycon Beneti, de quarta para quinta-feira foram vistoriados 321 locais, dos quais 6 precisaram ser fechados. Além disso, foram atendidas 56 denúncias e ainda estavam 91 em fila de atendimento. Somente na manhã de hoje (quinta-feira), foram recebidas mais 18 denúncias.

O número de denúncias cresce diariamente. – Foto: Prefeitura de Chapecó/Reprodução/NDO número de denúncias cresce diariamente. – Foto: Prefeitura de Chapecó/Reprodução/ND

Registrar as irregularidades em vídeos e repassar à Vigilância Sanitária é uma forma de comprovar o descumprimento. “Não adianta nada repressão se não tiver colaboração e respeito. A pessoa pode ter saúde forte, mas pode pegar e transmitir para uma pessoa fraca e essa pessoa pode ser alguém que você ama. Esse é o grande problema”, acrescentou Leuze.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde