‘Hoje é dia de cura’, diz Tatá Werneck sobre saúde de Paulo Gustavo

Atriz compartilhou nas redes sociais que acredita na recuperação do amigo, que está internado lutando contra a Covid-19

Tatá Werneck continua pedindo orações e boas vibrações pela recuperação do amigo Paulo Gustavo. O ator está internado desde o dia 13 de março por complicações da Covid-19. Nesta segunda-feira (12), a atriz disse que acredita que o amigo vai se curar em breve.

Paulo Gustavo e Tatá WerneckTatá Werneck disse estar confiante na recuperação de Paulo Gustavo – Foto: Reprodução/Instagram

“Hoje é dia de vitória! Hoje é dia de cura! Pro Paulo Gustavo. Pra todos que precisam. Senhor meu amor pelo senhor é tremendo! É inabalável! Paulo com os filhos no colo, em sua casa, com sua mãe Dea Lúcia Amaral , sua irmã Juliana Amaral, seu marido Thales Bretas, sua amiga fiel Susana Garcia Capri e todos nós vibrando sua vitória e seu milagre! Esse é meu final de copa do mundo! Tá chegando esse dia! Obrigada meu Deus!”, escreveu Tatá no Instagram.

O pedido de Tatá acontece no mesmo dia em que o último boletim médico de Paulo Gustavo informou que ele passou uma microcirurgia devido às complicações pulmonares.

A equipe médica ainda informou que o estado de saúde do ator é grave, porém estável.

Internação de Paulo Gustavo

O comediante está internado desde o dia 13 de março, em um hospital particular do Rio de Janeiro, após ser diagnosticado com Covid-19. Segundo informações da equipe do ator, ele foi hospitalizado por orientação médica.

Uma semana após a confirmação da internação, Paulo Gustavo precisou ser transferido para a UTI para ser intubado.

“A assessoria confirma, por meio deste comunicado, que o ator, em plena consciência de seu estado, necessitou entrar em ventilação mecânica invasiva, para ser tratado de forma mais segura”, diz um dos trechos da nota.

No dia 2 de abril, o quadro do humorista piorou e ele foi submetido ao uso de ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea) — aparelho que funciona como um pulmão artificial e oferece oxigenação para pacientes em estado crítico. Desde que iniciou a terapia, ele apresentou sinas de melhora, segundo boletim médico divulgado no último dia 5.

Devido às sessões de ECMO, Paulo Gustavo precisou receber transfusão de sangue, no último dia 7 de abril.

“Ele tem que ficar anticoagulado, perde um pouco de sangue, e por isso precisou tomar algumas bolsas de sangue”, explicou Thales Bretas.

+

Saúde

Loading...