Homem “morto” em tsunami na Ásia é achado vivo em hospital 16 anos após a tragédia

O policial Abrip Asep estava trabalhando na província de Aceh, na Indonésia, quando tremor na ilha de Sumatra aconteceu; fotos em rede social revelaram paradeiro

Um homem declarado morto após o tsunami que atingiu a Ásia em 26 de dezembro 2004 foi encontrado vivo em um hospital psiquiátrico mais de 16 anos após a tragédia que matou 230 mil pessoas. As informações são do jornal The Sun.

Homem declarado morto após tsunami na Ásia, em 2004, é encontrado vivo 16 anos depois – Foto: Foto Reprodução The SunHomem declarado morto após tsunami na Ásia, em 2004, é encontrado vivo 16 anos depois – Foto: Foto Reprodução The Sun

O policial Abrip Asep estava trabalhando na província de Aceh, na Indonésia, quando o tsunami provocado por um tremor de magnitude 9,1, perto da costa noroeste da ilha de Sumatra, aconteceu e atingiu países como Tailândia, Mianmar, Malásia, Índia, Sri Lanka e outros da Costa africana.

Por não ter sido encontrado, o policial inicialmente declarado desaparecido, acabou dado como um dos mortos nunca encontrados após a tragédia. Um parente, que não foi identificado, disse que só percebeu que Asep estava vivo ao reconhecê-lo em fotos compartilhadas em uma rede social.

A polícia local também confirmou que o homem encontrado no hospital psiquiátrico é Abrip e que ele manifestava problemas em sua saúde mental. Asep já está sob os cuidados da família.

“Quase 17 anos sem notícias e pensávamos que ele estava morte”, declarou um familiar.

+

Saúde

Loading...