Hospitais do Vale do Itajaí zeram internações por Covid-19 em UTI e enfermaria

No Alto Vale do Itajaí, a UTI Covid fizou vazia após 10 meses de internações; já em outra cidade do Médio Vale, a instituição não teve nenhuma internação pela doença

Hospitais do Vale do Itajaí celebram novidades positivas diante do trabalho de combate à pandemia de Covid-19: leitos vazios. Em duas cidades – Rio do Sul e Pomerode – o número de pacientes em leitos de UTI e até mesmo na enfermaria foi zerado nos últimos dias.

UTI Covid do Hospital Regional do Alto Vale, em Rio do Sul, ficou vazia na última quinta-feira (7), depois de 10 meses de ocupação – Foto: Ascom/HRAVUTI Covid do Hospital Regional do Alto Vale, em Rio do Sul, ficou vazia na última quinta-feira (7), depois de 10 meses de ocupação – Foto: Ascom/HRAV

No Hospital Regional do Alto Vale (HRAV), em Rio do Sul, os 15 leitos da UTI Covid ficaram desocupados depois de 10 meses. A última paciente recebeu alta quinta-feira (7), mas permanece internada na ala de enfermaria em recuperação até receber alta médica.

A UTI Covid foi implantada em agosto de 2020, para atender ao crescimento da demanda por mais leitos de unidade de terapia intensiva para pacientes de casos graves. Antes disso, os pacientes ficavam nos dois leitos reservados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) ou eram transferidos para o Hospital Oase, de Timbó, que é a referência para Covid-19 na região.

O diretor-técnico do hospital, Marcelo Vier Gambetta, informa que, num primeiro momento, foram desativados cinco leitos, porém eles continuam disponíveis caso haja necessidade. Além disso, a equipe segue trabalhando na unidade. 

Ele adiantou ainda que, depois de negociações com as secretarias municipal e do Estado, o Ministério da Saúde desabilitou cinco leitos da UTI Covid, que agora serão disponibilizados para outras necessidades.

“Desta forma a partir de segunda-feira (11) poderemos colocar em funcionamento mais oito leitos da clínica médica, totalizando 30 no setor. Além dos 10 de UTI Covid, ficarão reservados os quatro leitos de enfermaria”.

Queda nos casos

A redução dos casos na cidade é significativa. No boletim divulgado pelo Hospital Regional do Alto Vale nesta segunda-feira (11) há apenas um casos confirmado internado na enfermaria, além de outros dois suspeitos (um na enfermaria e outro na UTI).

Mesmo assim, a direção do HRAV destaca que a pandemia não acabou e que a população precisa seguir com os cuidados, para manter os baixos números de internações. “A população precisa continuar usando máscara, respeitando o isolamento, além da utilização de álcool em gel”, afirma Gambetta, que destaca ainda a importância da imunização das duas doses da vacina e também do reforço.

Pomerode sem internações

Se no Alto Vale a comemoração é pela UTI vazia, em Pomerode a notícia é ainda mais positiva. De acordo com o último boletim divulgado pela prefeitura na sexta-feira (8), a cidade não tem nenhum paciente internado por Covid-19, nem na enfermaria.

Os 10 casos ativos na cidade são de pessoas em isolamento domiciliar, o que mantém desocupados todos os leitos para Covid-19. Esta é a primeira vez que o município não tem pacientes no hospital desde que foi registrada a primeira internação por Covid-19.

Confira os números da Covid-19 no Vale do Itajaí:

Números da Covid-19 no Vale do Itajaí (Fonte: Boletim Epidemiológico SES SC – 10/10/2021) – Foto: Reprodução/SES SCNúmeros da Covid-19 no Vale do Itajaí (Fonte: Boletim Epidemiológico SES SC – 10/10/2021) – Foto: Reprodução/SES SC

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...