Hospital de Campanha de Chapecó registra quase 10 altas por dia

Centro Avançado de Atendimento à Covid-19 foi criado em fevereiro para ampliar estrutura no município

Inaugurada no dia 24 de fevereiro para ampliar o atendimento de pacientes com Covid-19, em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, o Centro Avançado de Atendimento à Covid-19, tem registrado de 8 a 10 altas de pacientes por dia.

O espaço foi montado para ampliar o atendimento de pacientes com Covid-19. – Foto: Leandro Schmidt/Prefeitura de Chapecó/NDO espaço foi montado para ampliar o atendimento de pacientes com Covid-19. – Foto: Leandro Schmidt/Prefeitura de Chapecó/ND

O Centro tem a estrutura de um hospital de campanha e foi instalado no Centro de Cultura e Eventos. O ministro da Saúde, Eduardo Pazzuelo, visitou o espaço no dia 5 de março, quando esteve na cidade para verificar a situação do colapso da saúde.

Na manhã desta segunda-feira (15) o consultor e coordenador da equipe médica, Michel Cadenas, fez uma explanação para representantes do Comitê de Enfrentamento à Covid.

“Foi uma decisão muito acertada. Essa estrutura permite atender os pacientes com mais qualidade, é um local onde recebem toda a assistência, permite monitorarmos os pacientes conforme a gravidade e, nos casos mais graves, fazer a estabilização. Diariamente nós temos oito a dez altas no hospital de campanha”, disse Cadenas.

O coordenador da equipe médica, Michel Cadenas, apresentou os resultados alcançados com o Centro de Atendimento. – Foto: Leandro Schmidt/Prefeitura de Chapecó/NDO coordenador da equipe médica, Michel Cadenas, apresentou os resultados alcançados com o Centro de Atendimento. – Foto: Leandro Schmidt/Prefeitura de Chapecó/ND

Estrutura

O espaço conta com 75 leitos de enfermaria e 20 de UTSI (Unidade de Tratamento Semi-Intensivo). Os leitos são selecionados por quatro cores. Azul representa vaga aberta, verde é leve, amarelo é moderado e vermelho é grave.

Cadenas afirmou que apenas 4,7% dos pacientes evoluem para quadros graves. No entanto, sem essa estrutura, o número de óbitos seria maior, pois as pessoas não teriam onde ser internadas.

Segundo ele, antes do Centro de Eventos a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) chegou a ter 50 pacientes internados, o Ambulatório da Efapi teve 18 e, no Ivo Silveira, havia 12 pessoas internadas, pois não havia mais espaço no HRO (Hospital Regional do Oeste). No momento há vagas de enfermaria.

Atendimentos

O secretário de Saúde de Chapecó, Luiz Carlos Balsan, disse que os pacientes com sintomas respiratórios leves suspeitos de Covid-19, devem se dirigir para uma das 26 unidades de Saúde. Em casos moderados, devem ir para os Ambulatórios da Efapi, Ivo Silveira e UPA.

“Quem precisar ser internado, vai para o Centro Avançado de Atendimento à Covid. Lá os pacientes graves entram na regulação do estado para transferência para o Hospital Regional do Oeste, ou outro hospital da região”, orientou.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde