Hospital de Caridade investe R$ 25 milhões e Florianópolis ganha centro cirúrgico de ponta

Prédio de cinco andares, que será inaugurado daqui a dois meses, tem 40 leitos, oito salas cirúrgicas e heliponto

Flavio Tin/ND

José Carlos Pacheco, provedor do Caridade, em um dos 40 novos leitos

Dentro de dois meses, Florianópolis contará com um novo centro cirúrgico de excelência. A partir de investimentos superiores a R$ 25 milhões, o Imperial Hospital de Caridade entregará um prédio de cinco andares com estrutura capaz de realizar cirurgias em todas as áreas, exceto a pediatria. Serão oito salas cirúrgicas, 40 leitos (incluindo unidade de terapia intensiva de alta complexidade e unidade coronariana semi-intensiva), acessos automatizados, piso eletrostático, central de material estéril e heliponto. “Teremos o melhor centro cirúrgico da região Sul do país baseado no SUS [Sistema Único de Saúde], com os mesmos equipamentos do Sírio-Libanês, por exemplo”, destaca o provedor do hospital, José Carlos Pacheco.

O coordenador de suprimentos do Caridade, Rafael Ribeiro, diz que no segundo andar ficará o centro cirúrgico novo e os demais pisos serão ocupados, entre outros setores, pela unidade coronariana, UTI geral, hemodiálise, pós-operatório (com nove leitos), esterilização de material cirúrgico, monitoramento de ar condicionado, central de visualização e área técnica exclusiva para a manutenção da estrutura. Os equipamentos vieram da Alemanha, Holanda, China e Hong-Kong, adquiridos com isenção de taxas de importação porque o hospital tem caráter filantrópico, embora apenas 60% de seu público seja originário do SUS.

Pacheco explica que a ampliação da estrutura decorreu da alta demanda existente no Estado, da necessidade de realizar mais cirurgias eletivas pelo sistema único e da convicção de que era preciso atualizar e qualificar os serviços oferecidos. “Será um hospital de última geração, idêntico aos melhores do segmento”, reforça.

Os equipamentos já estão instalados e o hospital recebe os acabamentos para ter condições de funcionar. Os quartos e leitos serão individuais, permitindo que cada paciente tenha privacidade e fique isolado dos demais.

Profissionais serão deslocados para nova unidade

Boa parte dos recursos – cerca de R$ 10 milhões – para a construção do centro cirúrgico veio do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), via BRDE (Banco de Desenvolvimento do Extremo Sul). “Este é o primeiro hospital brasileiro financiado com dinheiro do BNDES”, informa o provedor José Carlos Pacheco.

Além de verbas do SUS, a manutenção é garantida pelos aluguéis dos imóveis da Irmandade do Senhor Jesus dos Passos, mantenedora do hospital, pela cobrança de estacionamento no entorno do hospital, pelas doações e pela arrecadação junto aos mais de mil associados da irmandade, criada em 1º de janeiro de 1765.

O Imperial Hospital de Caridade, inaugurado em 1789, está intimamente ligado à história de Florianópolis. Muitas famílias doaram e doam bens, em especial imóveis, à irmandade, que obtém renda alugando-os a terceiros. Hoje, o hospital tem 207 leitos, mais de 350 médicos credenciados, 52 enfermeiros, 279 técnicos de enfermagem e 448 servidores administrativos ou de apoio operacional que participam de programas permanentes de gestão da qualidade e produtividade. Parte do pessoal será deslocado para o novo centro cirúrgico, e eventuais contratações somente serão feitas na medida das necessidades, depois que o hospital estiver operando.

Pacheco assumiu no ano passado e fica no cargo até 2017. Ele já havia sido provedor em outra época e fez carreira no Tribunal de Contas do Estado, onde se aposentou há três anos.

 

CENTRO CIRÚRGICO
Dados da obra

Área construída: 7.000 m²
Número de andares: 5
Salas cirúrgicas: 8
Leitos de UTI geral de alta complexidade: 20
Leitos na unidade coronariana semi-intensiva: 20
Investimento nas obras físicas: cerca de R$ 20 milhões
Investimento em equipamentos: R$ 5 milhões

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...