Hospital Imigrantes, de Brusque, atinge lotação máxima de UTI

Hospital anunciou que não consegue mais atender novos pacientes; Pronto Atendimento segue com atendimentos limitados

Mais um hospital de Brusque anunciou lotação máxima da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com Covid-19. O Hospital Imigrantes, hospital privado, anunciou nesta segunda-feira (15) que atingiu a capacidade máxima de atendimento.

“As referidas unidades estarão dedicadas aos pacientes que já estão em atendimento, não sendo possíveis novas admissões, uma vez que não há recursos disponíveis para receber novos pacientes”, informou a direção do hospital, por meio de nota.

Hospital Imigrantes, de Brusque, atinge lotação máxima de UTI – Foto: Ed Rocha Jr/Secom BCHospital Imigrantes, de Brusque, atinge lotação máxima de UTI – Foto: Ed Rocha Jr/Secom BC

O atendimento no Pronto Atendimento também segue limitado, priorizando pacientes com maior grau de risco. De acordo com a nota, assinada pelo diretor técnico do hospital, Dr. Loecir Ricardo Monteiro Cezar, e a gerente de operações, Fernanda Maria Carini Rodrigues, “as autoridades e órgãos competentes já estão informados e cientes desta situação”.

Azambuja

O Hospital Arquidiocesano Cônsul Carlos Renaux (Hospital Azambuja) também emitiu um alerta a população. Há pelo menos uma semana, a ocupação da UTI se mantém em 100%, segundo o painel do governo do Estado.

Na região

Outro hospital particular da região, o da Unimed, de Balneário Camboriú, também segue com a ocupação máxima dos leitos de UTI.

Os hospitais que atendem pelo SUS (Sistema Único de Saúde) na região, (o Hospital Municipal Ruth Cardoso, de Balneário Camboriú, e o Marieta Konder Bornhausen, de Itajaí) também estão lotados.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde