Hospital de SC registra maior número de atendimentos em 50 anos e alerta para superlotação

Aumento da procura de pacientes com sintomas gripais levou a unidade a registrar 376 atendimentos em um único dia

Com mais de 370 atendimentos em um único dia, o Hospital Bethesda de Joinville, no Norte catarinense, atingiu a maior média de atendimentos em 50 anos e bateu um recorde histórico nada agradável, pois o número evidencia um cenário de superlotação na unidade.

Unidade realizou 376 atendimentos na última quinta-feira (20)- Foto: Arquivo/NDUnidade realizou 376 atendimentos na última quinta-feira (20)- Foto: Arquivo/ND

Conforme nota divulgada nesta sexta-feira (21), a média de atendimentos no pronto socorro neste início de ano é mais que o dobro do índice registrado na pandemia de 2020 e 2021, quando a média de atendimentos era de 150 pacientes. Na época, o número já era considerado alto.

“Em função de nova onda de síndrome gripal no início deste 2022, a situação de superlotação nos Prontos Socorros de hospitais públicos da cidade só vem se agravando e não estamos conseguindo vencer a alta demanda registrada desde o final de 2021, o que está ocasionando grandes filas de espera na unidade de atendimento emergencial”, informou a unidade.

Mais que o dobro

O hospital informou que a unidade vive uma alta procura por atendimento no pronto socorro.  Somente nos últimos quatro dias, foram 1.084 atendimentos feitos na unidade.

“Quando comparamos os meses anteriores da pandemia a este repentino aumento, observamos um acréscimo médio de mais que o dobro na procura da unidade de Pronto Atendimento do Hospital Bethesda”, diz a nota.

Confira os números de atendimentos dos últimos 10 dias:

  • 11 de janeiro– 261 atendimentos
  • 12 de janeiro– 281 atendimentos
  • 13 de janeiro– 299 atendimentos
  • 14 de janeiro – 270 atendimentos
  • 15 de janeiro– 215 atendimentos
  • 16 de janeiro– 213 atendimentos
  • 17 de janeiro – 331 atendimentos
  • 18 de janeiro– 344 atendimentos
  • 19 de janeiro– 363 atendimentos
  • 20 de janeiro – 376 atendimentos

Orientação

Devido à superlotação, o hospital pede para que a população evite procurar o Pronto Socorro em caso de sintomas leves. De acordo com a nota, nesses casos a orientação é para buscar atendimento nos postos de saúde.

Além disso,  ressalta que se as pessoas seguirem os cuidados básicos – como evitar aglomeração, usar máscara e álcool gel – o aumento súbito e expressivo no número de casos gripais pode ser evitado.

“O esforço deve ser de todos nós para continuarmos combatendo a circulação ainda ativa do vírus e suas variantes atuais: Influenza (H1N1), Influenza A (H3N2), além do Ômicron (SARSCOV-2), a nova variante responsável pela já amplamente conhecida doença COVID-19”, destaca a nota.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...