Imagem de menino internado marca avanço da Covid-19 entre crianças em SC

Casos de coronavírus nas faixas etárias de 0 a 19 aumentaram no Estado; mãe de menino entubado no Hospital Infantil da Capital pede orações

O número de crianças e adolescentes infectados pela Covid-19 tem aumentado em Santa Catarina. O grupo, que já apresentou menor número de infectados no início da pandemia, supera agora casos do coronavírus entre idosos com mais de 70 anos.

Um dos casos mais recentes é de um menino de 7 anos, que está internado na UTI do Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis. A informação foi compartilhada pela mãe dele, Fabiana Rodrigues, nas redes sociais.

A moradora de São José relata que o menino está internado desde sábado, em estado grave e entubado. A mãe, que também está com suspeita da doença, pede orações e conta o sofrimento de não poder ficar ao lado do filho.

Thomas está internado no Hospital Infantil, em Florianópolis – Foto: Reprodução/FacebookThomas está internado no Hospital Infantil, em Florianópolis – Foto: Reprodução/Facebook

“Hoje meu coração está despedaçado! Deus sabe o tamanho do meu desespero em não poder estar do lado segurando a mãozinha, pra mostrar pra ele que eu tô junto e se sentir seguro”, diz Fabiana.

“Tenho quase 5 mil amigos no Facebook e venho pedir suas orações com todas as forças. Está entubado na UTI respirando com os aparelhos e oxigênio.
Deus me dê forças pra aguentar a sua ausência. Vou orar noite e dia! Thomas meu pequeno príncipe, força meu anjo!”, finaliza.

Casos entre crianças aumentaram 267%

A base de dados da SES (Secretaria de Estado da Saúde) divide em 11 as faixas etárias para classificar os casos confirmados da Covid-19. As que compreendem idades relacionadas a bebês, crianças e adolescentes são as que vão de 0 a 9 anos e de 10 a 19.

De 0 a 9 anos são 545 casos notificados até esta sexta-feira (26). Já a segunda, que compreende crianças e adolescentes de 10 a 19 anos, contabiliza 1.015 infectados. Número maior do que o notificado entre idosos com idades entre 70 e 79 anos – essa faixa etária tem 603 pacientes com vírus.

Segundo os dados, 118 municípios registraram casos entre menores de 10 anos. Chapecó é a cidade que concentra mais casos, com 42 notificações. Florianópolis e Itajaí completam o ranking, com 32 e 31 pacientes, respectivamente.

Já em São Francisco do Sul, uma criança de quatro anos foi infectada pelo vírus. De acordo com a Secretaria de Saúde do município, o menino fez o exame no dia 25 de maio e o resultado foi divulgado três dias depois, em 28 daquele mês. Além dele, o município tem outro caso registrado entre menores de 10 anos.

O número de casos confirmados de Covid-19 em menores de 10 anos vem crescendo no Estado. Em 30 de abril, de acordo com dados da SES, 87 crianças tinham contraído o vírus.

No fim do mês seguinte, em 31 de maio, eram 320 notificações. Um aumento de 267%, com a confirmação de 233 casos neste período.

O sinal é de alerta, pois este número está próximo de ser superado. Até 26 de junho foram confirmados 225 novos pacientes.

Pesquisadores estudam relação de síndrome com a Covid-19

Mortes de crianças por complicações inflamatórias relacionadas ao Covid-19 foram notificadas nos Estados Unidos e na França. Com quadros de febre, erupção cutânea e dores musculares, os casos foram relacionadas inicialmente a doença de Kawasaki. A síndrome rara pode provocar inflamações em vasos sanguíneos importantes.

Em 15 de maio, um menino de nove anos morreu na França após sofrer uma parada cardíaca em casa. Ele chegou a ser internado por sete dias, mas não resistiu. Segundo o jornal francês “La Provance”, testes sorológicos indicaram a presença do vírus mesmo sem a criança ter tido sintomas.

Um novo estudo publicado no Journal of the American Medical Association, mostra que outra síndrome pode estar associada a quadros graves provocados pela Covid-19 em crianças. O estudo foi liderado por pesquisadores do Imperial College Academic Health Science Center, de Londres.

A justificativa, explica a pesquisa, é que em casos da doença de Kawasaki o quadro inflamatório se manifesta em crianças de até cinco anos. Já a PIMS (Síndrome Multissistêmica Inflamatória Pediátrica) afetaria também crianças mais velhas.

Foram estudados 48 pacientes, internados em oito hospitais da Inglaterra. Destes, 45 estavam com a Covid-19 ou já tinham sido infectados pelo vírus.

Os sintomas manifestados pelos pacientes são febre persistente acima dos 38°C, erupções cutâneas, inchaços nas extremidades e até mesmo vômitos e diarreias. Muitos deles são semelhantes aos apresentados em casos da Kawasaki.

Entre as conclusões do estudo está que a PIMS pareceu afetar proporcionalmente mais negros e asiáticos. Os pacientes que participaram do estudo precisaram de tratamento intensivo, mas, em sua maioria, conseguiu se recuperar sem maiores complicações.

Estado tem duas mortes de adolescentes

Santa Catarina já registrou duas mortes de adolescentes com idades de até 19 anos. A primeira delas aconteceu no município de Dionísio Cerqueira, no Oeste de Estado. Felipe Stefan, de 13 anos, morreu no dia 22 de maio após sofrer um mal súbito enquanto brincava com amigos.

Durante o exame de autópsia um teste rápido deu positivo para o coronavírus. Mesmo assim, foram coletadas amostras da mucosa e do pulmão de Felipe e encaminhadas ao Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública), em Florianópolis.

Os dois exames deram negativo para o vírus, mas o resultado foi inconclusivo. Com base em portarias e recomendações do Ministério da Saúde, a morte do menino foi computada pela SES como causada pela Covid-19.

Felipe e Milena são as vítimas mais jovens da Covid-19 em Santa Catarina – Foto: Reprodução/FacebookFelipe e Milena são as vítimas mais jovens da Covid-19 em Santa Catarina – Foto: Reprodução/Facebook

Leia também:

A outra morte foi registrada no município de Grão Pará, na Serra Catarinense. Milena Ascari Dutra, de 19 anos, foi diagnosticada com o novo coronavírus por meio de um teste rápido. Com deficiências físicas e motoras, a jovem recebeu alta hospitalar por duas vezes antes de morrer, no dia 29 de maio.

O número de casos confirmados nesta faixa etária aumentou principalmente neste mês de junho. São 455 novos infectados em 26 dias, número superior ao total de maio quando 440 pessoas foram infectadas. Em março foram 18, já em abril 89.

+ Saúde