Internações por Covid-19 em hospital particular de Florianópolis sobem 29% em uma semana

De acordo com os dados divulgados na terça-feira (12) pelo hospital, 22 pacientes estão internados por confirmação ou suspeita da doença

Em uma semana, o número de internações por Covid-19 no hospital Baía Sul, em Florianópolis, subiu 29,4%, segundo dados divulgados pela unidade nesta terça-feira (12). O aumento acontece logo após uma série de casos de desrespeito às normas sanitárias registrados em festas de fim de ano.

Hospital Baía SulEm sete dias, o número de internações na UTI aumentou em 33% – Divulgação/ND

De acordo com a atualização do hospital, 22 pacientes estão internados por confirmação ou suspeita de Covid-19. Há uma semana, no dia 6 de janeiro, eram 17.

Considerando apenas os leitos de UTI adulto, o cenário também demonstra agravamento. Em um período de sete dias, o número de internações nas unidades de tratamento intensivo aumentou em 33%, passando de nove para 12.

“Continuamos acompanhando a situação da pandemia na Grande Florianópolis, porém, com os atendimentos normalizados a todos os nossos pacientes, garantidos através de protocolos seguros instituídos por nossos profissionais ao longo dos últimos meses”, informou o diretor presidente do hospital, doutor Sérgio Marcondes Brincas.

Apesar do acréscimo no índice, Brincas afirma que, se forem considerados os números observados nos primeiros dias do ano, a segunda semana de 2021 segue uma aparente estabilidade em relação a atendimentos de pacientes com sintomas respiratórios.

Só em janeiro, o Baía Sul diagnosticou 162 pacientes com o novo coronavírus; nos 12 primeiros dias do ano, foram seis mortes em decorrência da doença.

Aumento após festas

No boletim do último domingo (10), o diretor presidente chegou a relacionar os casos às comemorações em grupo das últimas semanas.

“O primeiro impacto das festas na disseminação da doença já é sentida na nossa rotina. Mesmo assim, o Hospital Baía Sul mantém sua atividade normal, com toda a segurança desenvolvida em seus protocolos ao longo da pandemia”, afirmou.

Hospital Baía SulSó em janeiro, o Baía Sul já diagnosticou 162 pacientes com Covid-19 – Foto: Divulgação/ND

No mesmo relatório, que é divulgado diariamente, Brincas alerta sobre os rumo da Covid-19 no Estado. “Com novos casos chegando, e outros com evolução desfavorável, e que por isso demandam internação, a pressão sobre leitos hospitalares ainda permanece”.

No dia 30 de dezembro, véspera de ano novo, havia 10 pacientes internados na UTI. Nesta terça-feira, o número subiu para 12, representando um aumento de 20%.

No dia 30 de dezembro, 58 óbitos tinham sido contabilizados desde março de 2020. Após o lançamento do último boletim, no dia 12 de janeiro, o número de mortes na unidade hospitalar saltou para 64.

Situação em Florianópolis

De acordo com o boletim epidemiológico do governo do Estado divulgado nesta quarta-feira (13), Florianópolis tem 1.975 casos ativos do novo coronavírus.

Dados dão conta de que o número de pessoas em tratamento na Capital catarinense aumentou 120% após o feriadão de Ano-Novo, há cerca de duas semanas.

Isso acontece porque, segundo especialistas, os primeiros sintomas da doença aparecem de sete a 14 dias após a infecção.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...