Joinville inicia vacinação de moradores em situação de rua

Com aproximadamente 500 pessoas em situação de vulnerabilidade, Joinville iniciou vacinação nesta terça-feira (1º)

Mais um grupo começou a ser vacinado contra a Covid-19 nesta terça-feira (1º) em Joinville, no Norte de Santa Catarina. Os moradores em situação de rua começaram a ser atendidos no Centro Pop durante a manhã e, nas primeiras horas, 25 pessoas haviam procurado o atendimento para vacinação.

Com aproximadamente 500 pessoas em situação de vulnerabilidade, Joinville iniciou vacinação nesta terça-feira (1º) – Foto: Marcelo Tomazelli/NDTVCom aproximadamente 500 pessoas em situação de vulnerabilidade, Joinville iniciou vacinação nesta terça-feira (1º) – Foto: Marcelo Tomazelli/NDTV

José Marcos está na rua após desentendimentos familiares e, além do acolhimento diário recebido no Centro Pop diariamente, nesta terça-feira ele esteve no local por um motivo ainda mais especial, a primeira dose da vacina. “Fiquei sabendo aqui mesmo no Centro Pop há alguns dias. É muito importante e vai me dar segurança”, fala.

Na primeira etapa, a divulgação foi realizada pelas equipes do escritório de rua e a gerente do Distrito Norte da Secretaria da Saúde, Heloísa Hoffmann, explica que a centralização da vacinação faz parte de uma estratégia para ampliar a divulgação entre os moradores em situação de rua. “Nesta primeira fase, centralizamos a vacinação aqui no centro Pop porque é uma estratégia de divulgação entre eles e também porque é um local apropriado já que eles ficam em diversos pontos da cidade”, diz.

Atualmente, a estimativa é de que cerca de 500 pessoas estejam em situação de rua na cidade e, entre o grupo, desde o início da pandemia, uma morte foi registrada, de um homem que tinha comorbidades.

Nas primeiras horas de vacinação, 25 pessoas procuraram o Centro Pop – Foto: Marcelo Tomazelli/NDTVNas primeiras horas de vacinação, 25 pessoas procuraram o Centro Pop – Foto: Marcelo Tomazelli/NDTV

“Como já vamos ter o nome das pessoas que fizeram a primeira dose, aqueles que não procurarem daqui a 90 dias, conseguimos ir ao encontro deles. A equipe já conhece, tem mapeado onde costumam dormir”, explica.

Nos próximos dias, Joinville deve iniciar também a vacinação dos detentos com comorbidades que estão no Presídio Regional e na Penitenciária Industrial.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde