Joinville intensifica combate à dengue e à proliferação do Aedes aegypti

A Vigilância Ambiental de Joinville está intensificando a coleta de pneus velhos, com o objetivo de combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue

Para combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, a Vigilância Ambiental está intensificando a coleta de pneus velhos, até o dia 27 de maio, em Joinville, Norte de Santa Catarina.

Combate a dengue em JoinvilleAções contra dengue são feitas em Joinville – Foto: Secom/Prefeitura de Joinville

De acordo com o coordenador da Vigilância Ambiental, Anderson da Silva, os pneus abandonados em locais como terrenos baldios, à beira de rios ou deixados nos quintais dos imóveis, representam grave problema à saúde pública, pois oferecem o ambiente propício para a proliferação do mosquito.

“Os pneus são escuros e armazenam água limpa, ou seja, são o ambiente perfeito para as fêmeas do Aedes aegypti botarem os ovos. As pessoas devem ter consciência de descartá-los de forma ecologicamente correta ou podem causar um grande problema à saúde da cidade”, alerta o coordenador.

Em 2021, a Vigilância Ambiental de Joinville recolheu mais de 11,6 mil pneus em residências e terrenos baldios. Vale destacar que o serviço de coleta de pneus na Subprefeitura Leste é um serviço permanente.

As pessoas que tiverem pneus para descarte poderão entregá-los na Subprefeitura Leste (rua Albano Schmidt, 4932 – Comasa). O horário de atendimento é das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira. Quem não puder comparecer ao local para descartar os pneus pode solicitar a coleta por meio da Ouvidoria do município, pelo site joinville.sc.gov.br ou pelo telefone 156.

Números da dengue em Joinville

Números atualizados da Vigilância Epidemiológica de Joinville, mostram que, desde o início deste ano, foram confirmados 5,8 mil casos de dengue e identificados 7,5 mil focos do mosquito. Sete pessoas morreram vítimas da doença na cidade.

O bairro com maior número de casos é o Costa e Silva (1419), seguido do Iririú (796) e Comasa (627). Já em relação à quantidade de focos do Aedes aegypti, os bairros mais atingidos são o Aventureiro (538), Costa e Silva (386) e Floresta (293).

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...