Joinville terá centro para tratar sequelas da Covid; entenda

Segundo dados da prefeitura, atualizados na terça-feira (3), 98.130 pessoas já se recuperaram da doença

Com mais de 100 mil casos positivados desde o início da pandemia, Joinville, no Norte de Santa Catarina, terá nos próximos dias um Centro Especializado Pós-Covid.

O projeto será focado no tratamento de sequelas deixadas pela doença e tem parceria da Unisociesc (Sociedade Educacional de Santa Catarina). O Termo de Doação foi assinado pelo prefeito, Adriano Silva, na manhã desta quarta-feira (4).

O Termo de Doação foi assinado na manhã de quarta-feira (4), no gabinete do prefeito Adriano Silva – Foto: Prefeitura de Joinville/Divulgação/NDO Termo de Doação foi assinado na manhã de quarta-feira (4), no gabinete do prefeito Adriano Silva – Foto: Prefeitura de Joinville/Divulgação/ND

Segundo a prefeitura, o atendimento será multidisciplinar, com sessões de fisioterapia, psicologia, nutrição e enfermagem.

Os pacientes serão contatados pela própria prefeitura, que vai identificar quem precisa de tratamento. Neste primeiro momento, serão priorizados os pacientes que estiveram em UTI (Unidades de Terapia Intensiva).

Avaliação

As pessoas que se encaixam no perfil passarão por um médico do município e, em seguida, por uma equipe multidisciplinar, que fará uma avaliação inicial. Depois, será elaborado o Plano Terapêutico Singular de Reabilitação, que definirá os atendimentos necessários para tratar as sequelas deixadas pela Covid-19.

Vacinação CovidO centro de reabilitação terá parceria da Unisociesc – Foto: Prefeitura de Joinville/Divulgação/Arquivo/ND

Finalizado o tratamento estipulado, o paciente será encaminhado à Unidade Básica de Saúde da Família mais próxima de sua casa, que dará continuidade ao acompanhamento.

O diretor executivo de Média e Alta Complexidade da Secretária da Saúde, Andrei Popovski Kolaceke, ressalta que é importante que pessoas que foram internadas por Covid-19 sejam vistas com mais cuidado.

“Elas precisam passar por um fluxo diferenciado, que contemple todas as suas necessidades, além de possíveis encaminhamentos para especialidades médicas”, explica o diretor.

Segundo o painel da Covid-19 da prefeitura, atualizado às 17h da terça-feira (3), 101.100 pessoas já positivaram para a doença. Dessas, 98.130 já foram curadas. Ao todo, há 1.323 casos ativos na cidade.

Parceria com a universidade

Localizado na rua Gothard Kaesemodel, nº 833, o campus da Unisociesc no Anita Garibaldi será a sede do centro especializado.

Situação da Covid-19 em Joinville ainda preocupa – Foto: Carlos Junior/Arquivo/NDSituação da Covid-19 em Joinville ainda preocupa – Foto: Carlos Junior/Arquivo/ND

Para o secretário de Saúde de Joinville, Jean Rodrigues da Silva, essa junção entre município e instituição será benéfica para a socidade também no âmbito científico.

“Ele vai produzir informações importantes para estudarmos as sequelas causadas pela Covid-19, auxiliando no tratamento das mesmas”, pontua.

Situação inspira cuidados

Apesar do avanço na vacinação, a questão da pandemia em Joinville ainda preocupa.

Segundo dados da SES (Secretaria de Estado da Saúde), o Planalto Norte e o Nordeste catarinense têm a maior ocupação de leitos de UTI SUS em Santa Catarina, com 90,59%. Os dados foram atualizados nesta quarta-feira (4). O menor valor foi registrado no Sul do Estado, onde 63,48% das vagas sendo usadas.

Na terça-feira, a Secretaria da Saúde de Joinville confirmou 209 novos casos positivos de Covid-19. A morte de dois homens, de 38 e 51 anos, foi notificada. Desde o início da pandemia, 1.647 pessoas morreram pela doença no município.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...