Laguna é reclassificada para nível grave da Covid-19; veja como fica a região

Houve redução na transmissibilidade do coronavírus na região: nos últimos 14 dias, foram registrados 1.014 novos casos da doença

A região de Laguna foi reclassificada para o nível grave (laranja) no mapa de risco do Estado, divulgado neste sábado (24).

A principal diferença é o recuo no item que mede a transmissibilidade, ou seja, a variação no número de confirmação e casos ativos. Na última semana, a região estava com o índice 3,0 (nível grave) e passou para 2,5 (nível grave). 

Região de Laguna foi reclassificada para nível grave no mapa de risco de Covid-19 – Foto: Bismarck Medeiros Marinho/DivulgaçãoRegião de Laguna foi reclassificada para nível grave no mapa de risco de Covid-19 – Foto: Bismarck Medeiros Marinho/Divulgação

Apesar da melhoria na classificação estadual, o índice de capacidade de atenção, que mede a ocupação de leitos de UTI, segue em níveis de alerta máximo em todas as 16 regiões, classificadas em nível gravíssimo neste quesito.

Vale lembrar que são quatro dimensões avaliadas na matriz de risco.

Confira o que é avaliado em cada uma:

  • Evento sentinela: mede a mortalidade da Covid-19. Nas regiões em alerta, o índice aponta que a pandemia continua em expansão;
  • Transmissibilidade: variação no número de confirmação e casos ativos. Regiões em alerta apresentam alta no número de casos;
  • Monitoramento: casos investigados e inquérito de síndrome gripal na comunidade;
  • Capacidade de atenção: mede a ocupação dos leitos de UTI.

O número de casos confirmados de Covid-19 na região é de 55.318. Nos últimos 14 dias, foram registrados 1.014 novos casos da doença, ou seja, pessoas que podem transmitir a doença.

Já nos últimos sete dias, ocorrem 34 mortes. Desde o início da pandemia, foram contabilizadas 896 mortes. O índice de letalidade é de 1,62%.

Na cidade de Laguna, são 4.444 casos confirmados do novo coronavírus. Há 87 pessoas que ainda estão em estágio de transmissão. No total, foram registradas 119 mortes e, nos últimos sete dias, sete pessoas morreram. O índice de letalidade no município é de 2,68%.

Laguna apresentou melhora na transmissibilidade, ou seja, variação no número de casos ativos e confirmados – Foto: SES/Reprodução/NDLaguna apresentou melhora na transmissibilidade, ou seja, variação no número de casos ativos e confirmados – Foto: SES/Reprodução/ND

As regiões da Grande Florianópolis, Médio Vale do Itajaí e Oeste também caíram para o nível grave. As demais seguem no nível gravíssimo (vermelho), alerta máximo para a doença. 

Nesta semana também não há regiões nos níveis alto (amarelo) ou moderado (azul). A última matriz, divulgada no dia 17, apontava todas as regiões em vermelho.

Em relação à transmissibilidade, todas as regiões catarinenses estão agora classificadas com risco grave para o aumento de casos da doença. Na última semana, 11 regiões estavam no nível gravíssimo.

+

Saúde

Loading...