Mãe é obrigada pelo sogro a entregar bebê de duas cabeças para adoção

Os médicos diagnosticaram o problema e foi dado a mãe a opção de abortar. Sogro é religioso e foi contra.

A mãe que deu à luz a um bebê com duas cabeças está separada do filho. Ela foi obrigada a entregar a criança para a adoção pelo próprio sogro. O caso chamou a atenção da mídia no Uzbequistão. A criança nasceu no hospital de Samarkand.

Bebê de duas cabeças está na lista da adoção – Foto: Reprodução Youtube

Na 21ª semana de gravidez a mulher, que vem tendo a sua identidade mantida em sigilo, percebeu que havia algo de errado com a sua gravidez. Isso porque vinha reclamando de excesso de dores e vivia enjoada. Os médicos diagnosticaram o problema e foi dado a ela a opção de abortar. A mãe, entretanto, preferiu ter o filho. Mas foi obrigada a isso pelo sogro, que é religioso e totalmente contra o aborto.

Bebê de duas cabeças está no hospital

Após o nascimento da criança o sogro disse ter errado ao não aceitar o aborto. “Eu acreditava que ele ia nascer saudável”. Entretanto, ele obrigou a mulher e entregar a criança para adoção. O bebê está no hospital esperando que uma família possa adotá-lo.

Leia também:

Universitários fazem festa e apostam quem pega Covid-19 primeiro
Moradora de rua usa Tinder para ter onde dormir
Vida imita a arte: Pet Shop vira bar assim como em episódio dos ‘Simpsons’

A mulher alega que tem recebido ameaças de morte pela decisão de ter dado a criança para adoção. Médicos do Uzbequistão explicaram que o problema do bebê é raro e que fará com que ele tenha uma expectativa de vida menor do que à de uma pessoa saudável. Entretanto eles dizem que o bebê pode crescer e chegar a viver por 50 anos.

+

Saúde