Mais de 12% da população já receberam primeira dose da vacina contra a Covid-19 na Capital

Nesta quarta-feira (31), a vacinação continuará no Centro de Eventos da UFSC, no ponto de vacinação para pedestres, das 9h às 16h, para os idosos que não puderam se vacinar na modalidade drive-thru

Mais de 12% da população de Florianópolis, 62.715 pessoas, já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 e 20.706 a segunda dose. Os dados são do vacinômetro, ferramenta que amplia as informações divulgadas para a população da Capital e região sobre a campanha de imunização na cidade. A plataforma atualiza, de uma a duas vezes por dia, o número de pessoas que receberam a vacina contra o coronavírus na cidade.

Nesta terça-feira (30), de acordo com a Secretaria de Saúde da Capital, foram aplicadas 8.305 doses de vacinas contra a Covid-19 – Foto: Cristiano Andujar/PMF/Divulgação/NDNesta terça-feira (30), de acordo com a Secretaria de Saúde da Capital, foram aplicadas 8.305 doses de vacinas contra a Covid-19 – Foto: Cristiano Andujar/PMF/Divulgação/ND

No vacinômetro, as informações serão agrupadas por doses aplicadas, pessoas vacinadas e pessoas com esquema completo de segunda dose. O site reúne ainda todos os dados sobre os imunizantes e facilita o acesso à informação da população da cidade.

“Desde o início da pandemia, investimos na transparência e na divulgação de informações à população da cidade. É fundamental que as pessoas tenham o máximo possível de conhecimento sobre a pandemia, sobre o vírus, sobre as nossas ações, neste combate à disseminação do coronavírus”, afirma o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro.

Estratégia para combater a disseminação do vírus

A ampliação de dados é uma das estratégias utilizadas pela Prefeitura da Capital desde o início da pandemia na região. Em abril, o covidômetro foi lançado na cidade, de forma pioneira, com a finalidade de desacelerar a disseminação do coronavírus na cidade.

“O portal reúne dados que, após analisados e, junto às demais ações que implementamos, como a testagem em massa e monitoramento dos casos positivos e seus contatos, por exemplo, nos permitiram ter mais conhecimento sobre a real situação da pandemia na nossa cidade”, explica o prefeito.

Imunização nesta quarta-feira (31)

Nesta terça-feira (30), de acordo com a Secretaria de Saúde da Capital, foram aplicadas 8.305 doses de vacinas contra a Covid-19. Apenas nos pontos de drive-thru, foram imunizados 7.204 doses idosos de 67 e 68 anos. O restante das doses foi aplicado em profissionais e trabalhadores da áaúde com mais de 30 anos que atuam em clínicas públicas e privadas.

Na quarta-feira (31), a vacinação continuará no Centro de Eventos da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), no ponto de vacinação para pedestres, das 9h às 16h, para os idosos que não puderam se vacinar na modalidade drive-thru.

Também serão imunizados, ainda nesta quarta-feira (31), os trabalhadores e profissionais de saúde de 18 anos ou mais que atuem em clínicas, ambulatórios, laboratórios e demais estabelecimentos de saúde. Os documentos necessários para a comprovação como profissional e trabalhador da Saúde estão disponíveis no link: https://covidometrofloripa.com.br/.

A administração municipal reforça que é indispensável o uso de máscaras, não apenas no momento da vacinação, como em qualquer ambiente fora da residência – Foto: Cristiano Andujar/PMF/Divulgação/NDA administração municipal reforça que é indispensável o uso de máscaras, não apenas no momento da vacinação, como em qualquer ambiente fora da residência – Foto: Cristiano Andujar/PMF/Divulgação/ND

Vacinação para profissionais de saúde autônomos

A vacinação será ampliada, também na quarta (31), para profissionais de saúde autônomos de 60 anos ou mais. Entram nesta vacinação os profissionais de saúde autônomos como os médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares.

Para receber o imunizante, informa o município, é preciso levar a carteira do Conselho Profissional, documento com foto e comprovante de residência em Florianópolis que tenha relação comprovada com o profissional vacinado, cônjuge ou familiar, ou comprovante em seu próprio nome.

As vacinas serão aplicadas em dois pontos, das 8h30 às 18h30 no Centro de Vacinação Centro localizado na Rua Dom Joaquim, 757 onde está o SEAD/UFSC e no Drive-thru do Sul da Ilha, no antigo aeroporto das 9h às 16h.

 Os profissionais e trabalhadores da saúde podem conferir se os seus cadastros no SUS estão atualizados em contato com o Alô Saúde Floripa pelo número 0800-333-3233.

 

De acordo com a Prefeitura de Florianópolis, a ampliação de vacinação para os demais idosos dependerá da chegada de mais vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde para a capital. Todas as vacinações, datas e estratégias serão amplamente divulgadas.

A administração municipal reforça que é indispensável o uso de máscaras, não apenas no momento da vacinação, como em qualquer ambiente fora da residência.

Conforme o vacinômetro, 45% dos trabalhadores de saúde, idosos acima de 75 anos e trabalhadores e residentes de ILPI já tomaras as duas doses da vacina contra a Covid-19. Outros 45% desta população tomaram uma dose da vacina e apenas 8% ainda precisam ser imunizados.

Entre os idosos acima de 60 anos, povos e comunidades tradicionais ribeirinhas, indígenas e quilombolas, 40% já foram imunizados com uma dose da vacina. Segundo o Covidômetro, portal que divulga as informações sobre o coronavírus para a população da Capital, foram registrados em Florianópolis, até essa terça-feira (30),  75.162 casos confirmados de Covid-19 e 716 óbitos.

Conforme determina a Lei Municipal nº 10.199, de 27 de março de 2017, a Prefeitura Municipal de Florianópolis informa que a produção deste conteúdo não teve custo, e sua veiculação custou R$2.000,00 reais neste portal.

+

Prefeitura de Florianópolis