Mais de 20 mil pessoas já foram vacinadas em 58% das cidades de SC

Levantamento do ND+ revela que número de vacinados é quase três vezes maior que informado via sistema do Ministério da Saúde; Estado vive apagão sobre dados oficiais de vacinados

Pelo menos 173 municípios catarinenses – 58% dos 295 totais – registraram aplicação de doses da vacina contraCovid-19 em uma semana da campanha. Levantamento exclusivo do ND+ em parceria com o CatarinaLAB, realizado junto às secretarias municipais e na base de dados do Localiza SUS, comparou os dados já inseridos na base do Ministério da Saúde e constatou que o número de doses aplicadas no Estado é quase o triplo do que foi informado aos órgãos oficiais.

Mulher está sentada e recebe vacina no braço e mostra uma caixaMais de 20 mil pessoas já foram vacinadas em 173 cidades de SC. No Brasil, segundo dados das Secretarias Estaduais, já são mais de 848 mil vacinados – Foto: Divulgação/ND

O lapso entre as informações, segundo a Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado, se dá por causa de “lentidão no sistema Módulo de Campanha Covid- 19 do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI)”.

A capital Florianópolis foi a que mais imunizou até a tarde desta terça-feira (26). Foram 3.984 vacinas aplicadas em pessoas dos grupos prioritários. Joinville, que é cidade mais populosa do estado, vacinou 2.722 pessoas. São José (2.293), Blumenau (1.428) e Chapecó (1.157) lideram a lista das cidades que mais vacinaram.

No Brasil, segundo dados das Secretarias Estaduais, já são mais de 848 mil vacinados; e no mundo, segundo a base compilada pela Universidade de Oxford, mais de 69 milhões de doses já foram aplicadas.

Ao total, Santa Catarina recebeu 212 mil doses. Na semana passada, foram entregues 144 mil doses da Coronavac, produzida em parceria com o Instituto Butantan.

No domingo, foram entregues 47,5 mil doses da vacina de Oxford-AstraZeneca contra a Covid-19. Nesta semana, o Estado recebeu mais um lote de 21,6 mil doses da Coronavac.

Estado enfrenta apagão de dados sobre vacinação

Desde o início da campanha de vacinação, o governo catarinense tem anunciado a divulgação de balanços sobre os quantitativos de vacinas aplicadas nos municípios.

Segundo o anunciado pelo governador Carlos Moisés (PSL), a distribuição e logística das doses ficaria a cargo do Estado, enquanto a organização dos locais e a aplicação está sob responsabilidade dos municípios, que é quem deve informar no SI-PNI o quantitativo diário aplicado.

No entanto, por problemas técnicos na plataforma disponibilizada pelo governo federal, a Secretaria de Saúde e a Vigilância Epidemiológica não possuem os dados reais da vacinação no Estado.

Questionados sobre o apagão de dados da vacinação, a Vigilância Epidemiológica e a Secretaria de Saúde disseram que os órgãos trabalham para apresentar um balanço da vacinação no estado ainda nesta terça-feira.

Justiça quer saber quem foi vacinado

Na semana passada, a 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de São Joaquim instaurou procedimento para cobrar das prefeituras de São Joaquim, Urupema e Bom Jardim da Serra informações sobre o quantitativo de vacinados e de doses recebidas.

Após denúncias de que pessoas estariam furando a fila de vacinação, a promotora Rafaela Vieira Bergmann cobrou também os nomes dos vacinados e o enquadramento nos grupos prioritários.

Sobre a falta de dados de vacinação por parte do governo do Estado, o Ministério Público de Santa Catarina manifestou que aguarda a divulgação das informações através do sistema disponibilizado pelo Ministério da Saúde.

+

Saúde