Mais de 6 mil idosos acima de 90 anos serão vacinados no Oeste de SC

O Estado recebe neste domingo novo lote com 85 mil doses da vacina Coronavac; prioridade será a imunização de idosos, além de dar continuidade a vacinação dos trabalhadores da saúde

Chega a Santa Catarina na tarde deste domingo (7) novo lote com 85 mil doses da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac. As doses desembarcarão no aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis.

Neste primeiro momento, apenas metade das doses recebidas (42.500), equivalente a aplicação da primeira dose (D1), serão encaminhadas para dar início a uma nova fase da campanha de vacinação.

Desta vez, contemplando os idosos com 90 anos ou mais de idade, além de dar continuidade a vacinação dos trabalhadores de saúde. A outra metade ficará armazenada para garantir a aplicação da segunda dose nos grupos prioritários.

Mais de 6 mil idosos acima de 90 anos serão vacinados na região do Grande Oeste. – Foto: Freepik/Divulgação/NDMais de 6 mil idosos acima de 90 anos serão vacinados na região do Grande Oeste. – Foto: Freepik/Divulgação/ND

De acordo com levantamento realizado pela Secretaria de Saúde Santa Catarina, a partir dos dados informados pelos municípios, a população-alvo da próxima etapa de vacinação contra a Covid-19, idosos com 90 anos ou mais, é de 34.496 pessoas.

Somente nas regiões Oeste, Meio-Oeste e Extremo-Oeste são 6.815 idosos com 90 anos ou mais. São 2.009 na regional de Saúde de Chapecó, 655 na de Concórdia, 1.235 na de Joaçaba, 817 na de São Miguel do Oeste, 1.524 na de Videira e 575 na de Xanxerê. Cada regional de Saúde fará a distribuição aos municípios.

Idosos entre 85 e 89 anos

Nesta fase da campanha de vacinação, o planejamento é que seja feita de forma escalonada,  ou seja, ela será iniciada por aqueles com 90 anos ou mais, a partir do recebimento desta nova remessa de doses. Depois será a vez do público com idade entre 85 e 89 anos.

A partir do recebimento da 5ª remessa; 80 e 84 anos, na 6ª remessa e, por fim, 75 a 79, com o recebimento da 7ª remessa. Os demais idosos, de 60 a 74 anos de idade, também serão vacinados, conforme o recebimento de novas doses.

Tabela de número de idosos a serem vacinados em Santa Catarina. – Foto: Secretaria de Estado da Saúde/Reprodução/NDTabela de número de idosos a serem vacinados em Santa Catarina. – Foto: Secretaria de Estado da Saúde/Reprodução/ND

Para contemplar esse novo grupo prioritário, os municípios devem definir estratégias de acordo com a sua capacidade de atendimento. O cadastramento prévio, por exemplo, realizado por alguns municípios, é uma dessas estratégias.

As definições de grupos prioritários e a ordem de vacinação foram estabelecidas pelo Governo Federal, segundo os critérios de exposição à infecção e de maiores riscos para agravamento e óbito pela doença.

Trabalhadores da saúde continuarão a ser vacinados

O Secretário de Estado da Saúde de Santa Catarina, André Motta Ribeiro, esclarece que os trabalhadores da saúde e demais grupos continuarão sendo vacinados mesmo com o início de uma nova etapa, mas a prioridade nesse momento é a vacinação imediata de todos os idosos acima de 90 anos de idade.

“A recomendação é que os municípios iniciem a vacinação dos idosos imediatamente após o recebimento dessas doses e que seja dada prioridade a este público. Nosso objetivo é conseguir vacinar toda essa população, que é altamente vulnerável e que precisa ser protegida, até o fim da próxima semana.”, ressaltou o secretário.

Os municípios que ainda não finalizaram a primeira etapa de vacinação vão continuar vacinando, dentro do limite de doses que o estado recebeu até o momento, até que todos os trabalhadores de saúde sejam contemplados.

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde