Marcos Cardoso

A sociedade da Grande Florianópolis, os eventos culturais e as tradições da região analisadas pelo experiente jornalista Marcos Cardoso.


Mais um telefone celular é furtado de Centro de Saúde de Florianópolis

Em apenas 22 dias, os aparelhos de duas esquipes de saúde desapareceram dentro da própria unidade, restringindo o atendimento ao público

A bruxa está solta (e o ladrão também) no Centro de Saúde do Centro, que funciona no mesmo prédio da Policlínica Municipal da avenida Rio Branco, em Florianópolis.

Depois de furtarem o telefone celular da equipe 950 (Vermelha), que atendia pelo número (48) 98835-3205, dentro da própria unidade, neste dia 2, deram sumiço no aparelho da equipe 951 (Laranja), na última quarta-feira (24).

A orientação é a mesma do caso anterior: não iniciar ou responder conversa, nem enviar documentos por meio do WhatsApp para o número (48) 98835-3723 até que se informe pelas redes sociais as providências tomadas.

Por enquanto, o contato deve ser feito pelo e-mail centro.area951@gmail.com ou pelo formulário online.

Prédio onde funcionam a Policlínica e o Centro de Saúde do Centro – Foto: PMF/Divulgação/NDPrédio onde funcionam a Policlínica e o Centro de Saúde do Centro – Foto: PMF/Divulgação/ND

A Prefeitura ainda não fez a reposição dos aparelhos, algo simples que a burocracia emperra, mesmo sendo em uma área vital do serviço público. É incrível como a população corre risco de prejuízo por causa de questões tão fáceis de resolver.

Então, sugere-se que alguém doe ou empreste telefones, mesmo usados, para normalizar o atendimento até que os novos cheguem.

O gatuno, se for o mesmo, conhece bem o dia a dia do lugar.

A maldade já não surpreende mais, nem em pleno caos sanitário.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.