Marcos Molleri

- +

♦ 52 anos
♦ 11/06/2020
♦ Camboriú

Marcos Molleri – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Logo no início de 2012, aos 44 anos, Marcos Molleri decidiu seguir o sonho de ser professor de história.

Morador de Camboriú, enquanto não estava trabalhando como vendedor, cumpria a sua formação pela Uniasselvi. Em 2015, após se formar, passou a lecionar em duas escolas da cidade. Em 11 de junho, porém, a vida foi abreviada pela Covid-19.

A dedicação de Marcos era tamanha que, mesmo com a rotina de trabalho e o cuidado dos filhos, ainda realizou uma segunda graduação, desta vez em Geografia. O vírus impediu que ele também se tornasse Sociólogo. Professor temporário, se dedicava aos estudos para ser efetivado.

“O dom dele era dar aula, a gente fica orgulhoso. Durou tanto tempo para a gente ver isso e ele tomar decisão de retomar estudo, seguir o sonho. Meu pai faleceu no auge da felicidade, tanto profissional quanto pessoal”, diz Renato, de 24 anos, um dos dois filhos.

Marcos Molleri e a família em sua cerimônia de formatura – Foto: Arquivo pessoal

As atitudes do professor sempre foram para promover os sonhos dos filhos. “Se eu chegasse a ele e dissesse ‘pai, vou fazer tal coisa’, ele me ajudava com o projeto. Tanto eu como o meu irmão. Somos músicos, meu irmão profissional e eu como hobby. Meu irmão se engatou nisso, meu pai ajudou, montou um pequeno estúdio. Mesmo se ele não gostasse do projeto, ele fazia acontecer”, conta Renato.

Ele deixa esposa, com quem estava há 29 anos, dois filhos e muitos alunos das escolas Mário Garcia e José Arantes. Muitos estudantes homenagearam o professor nas redes sociais.

Para Renato, Marcos também deixa um modelo de como ser pai. “Ele sempre levou com bom humor, sorrisos, mesmo com as pancadas da vida. Sempre sorria, erguia a cabeça e fazia acontecer. Eu me espelho e quero ser ao meu filho pelo menos metade do que ele foi pra mim”.

Envie uma lembrança

Se você perdeu um parente ou amigo para a Covid-19, envie a sua homenagem para ser eternizada no memorial online do nd+.

Depoimento, fotos e vídeos devem ser encaminhados ao email redacao@ndmais.com.br com o assunto “Memorial Covid-19”.

Os relatos serão publicados após contato da reportagem.