“Me chamaram para despedida”: marido perde esposa para Covid-19 após parto em SC

Andreia Brasciani, moradora de Brusque, passou por uma cesariana enquanto estava em coma para salvar o bebê

“Me chamaram no hospital para me despedir dela,
porque o pulmão já estava todo tomado”.

A afirmação é de André Luiz Alves. Ele perdeu a esposa para a Covid-19. Andreia Brasciani tinha 37 anos e era moradora de Brusque. Ela morreu na noite desta quarta-feira (3) na UTI do Hospital Azambuja, em Brusque. Deixa dois filhos pequenos.

A vítima estava grávida quando descobriu estar infectada pelo coronavírus. Segundo a prefeitura, os primeiros sintomas surgiram em 10 de fevereiro. Nove dias depois, precisou ser internada. A família conta que para tratá-la de forma mais adequada era preciso fazer o parto.

Mulher morre de Covid-19 três dias após o parto – Foto: André Luiz Alves/Arquivo pessoalMulher morre de Covid-19 três dias após o parto – Foto: André Luiz Alves/Arquivo pessoal

Para isso dependiam de uma vaga em UTI Neonatal, o que ocorreu na última segunda-feira (1º). Andreia passou por uma cesariana durante o coma induzido. O menino nasceu com 29 semanas e quadro de saúde estável. Ele segue internado no Hospital Santo Antônio, em Blumenau.

O quadro de saúde da mãe, entretanto, piorou ao longo da quarta-feira (3) e ela não resistiu. O velório, com restrições por causa do diagnóstico de Covid-19, ocorre desde o início da manhã na capela mortuária no Centro de Brusque. O sepultamento será às 14h no Cemitério Luterano.

>> Médio Vale do Itajaí vai receber mais 3 mil doses de vacina

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde