João Paulo Messer

messer@ndtv.com.br Política, economia, bastidores e tudo que envolve o cotidiano e impacta na vida do cidadão de Criciúma e região.


Médicos estrangeiros suprem ausência de profissionais brasileiros no Sul de SC

Previsão do governo de Criciúma é que os primeiros estrangeiros contratados já iniciem atendimento nas unidades de saúde semana que vem

Aprovado na Câmara de Vereadores de Criciúma o Projeto de Lei Complementar do Executivo n° 36/2022, que permite a contratação ou nomeação de médicos estrangeiros. A previsão feita pelo Secretário de Saúde do Município, Arleu da Silveira, é de que os primeiros estrangeiros comecem a trabalhar na próxima semana.

O Secretário de Saúde de Criciúma, Arleu da Silveira, acredita que até a semana que vem terão sido formalizadas as primeiras contratações de médicos estrangeiros – Foto: Divulgação/NDO Secretário de Saúde de Criciúma, Arleu da Silveira, acredita que até a semana que vem terão sido formalizadas as primeiras contratações de médicos estrangeiros – Foto: Divulgação/ND

O candidato à vaga deve ter Carteira de Registro Nacional Migratório (CRNM), visto permanente e falar português fluentemente. Além disso, o candidato deverá comprovar que vive em situações legais de residência no território brasileiro e apresentar documentação válida pelo Conselho de Classe, através do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida).

A alternativa da contratação de médicos estrangeiros decorre da baixa procura de médicos ao processo seletivo para contratação de novos profissionais. Mesmo tendo sido baixo o número, nem todos os candidatos aprovados assumiram a função e os que assumiram já se desligaram do cargo. No Concurso Público que contou com 58 candidatos para 17 vagas, apenas 13 foram aprovados. Somente quatro decidiram atuar no serviço público de saúde do município.

Loading...