Médio Vale do Itajaí segue em alerta para taxa de óbitos, transmissão e leitos de UTI

Atualização do Mapa de Risco Potencial da Covid-19 manteve a região em classificação gravíssima pela quinta semana consecutiva

A região do Médio Vale do Itajaí segue em alerta máximo para três das quatro dimensões que compõem a nota da classificação de risco divulgada pelo governo do Estado. Pela quinta semana consecutiva a região foi classificada em risco gravíssimo (vermelho) para contágio pela Covid-19 na atualização divulgada nesta quarta-feira (23).

Mapa de risco mostra situação delicada da pandemia em SC – Foto: SES/DivulgaçãoMapa de risco mostra situação delicada da pandemia em SC – Foto: SES/Divulgação

As dimensões mais preocupantes da região são Evento Sentinela (ocorrência de óbitos), Transmissibilidade (variação de casos positivos), ambos com nota 3,5, e Capacidade de Atenção (ocupação de leitos de UTI), que tem nota 4, a mais alta da classificação. As três dimensões estão dentro da faixa de risco gravíssimo.

Veja a evolução da região na Matriz de Risco Potencial:

Evolução Matriz de Risco do Médio Vale do Itajaí – Foto: ND MaisEvolução Matriz de Risco do Médio Vale do Itajaí – Foto: ND Mais

O critério Monitoramento (percentual de resultados positivos no Lacen) é o único que aparece na faixa de risco grave (laranja), com nota 3. Com todas as notas, a média da região ficou em 3,5 – por isso a classificação como gravíssimo.

Pela primeira vez desde o início da pandemia e do monitoramento feito pelo governo do Estado todas as 16 regiões foram classificadas em risco gravíssimo.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde