Médio Vale do Itajaí volta para nível grave para Covid-19; veja o que muda

Após cinco semanas em nível gravíssimo, região de Blumenau tem melhora na classificação, mas dimensão que acompanha quantidade de leitos disponíveis ainda pede atenção

A região do Médio Vale do Itajaí voltou ao nível grave (laranja) para Covid-19 na nova atualização da Matriz de Risco Potencial, divulgada pelo governo do Estado na manhã desta quarta-feira (30).

Após cinco semanas consecutivas sendo classificada como gravíssima (vermelho), a região teve melhora em todos os índices que compõem a nota da matriz na última atualização de 2020.

12 regiões ainda aparecem em nível gravíssimo para contágio da Covid-19 – Foto: SES/Divulgação12 regiões ainda aparecem em nível gravíssimo para contágio da Covid-19 – Foto: SES/Divulgação

Além do Médio Vale, outras três regiões melhoraram a classificação em relação a última semana, passando do gravíssimo para o grave: Grande Florianópolis, Xanxerê e  Oeste.

Para Blumenau e região, a dimensão que ainda chama mais atenção é a Capacidade de Atenção, que mede a taxa de ocupação dos leitos de UTI. O item segue com nota 3, dentro da classificação grave (laranja).

Veja na tabela abaixo a evolução das notas do Médio Vale do Itajaí na Matriz de Risco:

Evolução da Matriz de Risco do Médio Vale do Itajaí – Foto: ND MaisEvolução da Matriz de Risco do Médio Vale do Itajaí – Foto: ND Mais

Flexibilizações

Com a mudança na classificação uma série de atividades também terá a atuação flexibilizada. No dia 23 de dezembro, o governo do Estado publicou uma nova portaria, regulamentando o funcionamento de diversas atividades.

Confira as regras para o nível GRAVE:

Feiras, exposições e leilões (Portaria nº 999)

  • Risco Potencial GRAVE: autorizada com capacidade de ocupação de 50% do espaço.

Congressos, palestras e seminários (Portaria nº 1.004)

  • Risco Potencial GRAVE: capacidade de 50% de ocupação do espaço e o distanciamento de 1,5m entre as pessoas.

Igrejas e templos religiosos (Portaria nº 1.002)

  • Risco Potencial GRAVE: lotação máxima de 50% da capacidade.

Museus (Portaria nº 1.001)

Os museus funcionarão independentemente das classificações apontadas pela Matriz de Avaliação de Risco Potencial.

A portaria estipula medidas e regras sanitárias, como o uso obrigatório de máscaras por todos (visitantes, trabalhadores, fornecedores e prestadores de serviços), aferição de temperatura corporal dos trabalhadores e visitantes na entrada dos museus, entre outras medidas.

Parques aquáticos e complexos de águas termais (Portaria nº 998)

  • Risco Potencial GRAVE: o número de visitantes deve ser de no máximo 75% de ocupação.

Os parques devem divulgar, em local visível, as informações de prevenção à COVID- 19 estabelecidas pelo Governo do Estado para esta atividade.

Bibliotecas (Portaria nº 1.003)

As bibliotecas poderão realizar as atividades com acesso controlado, mediante cumprimento dos regulamentos sanitários vigentes, independentemente da Avaliação de Risco Potencial.

A portaria estipula medidas e regras sanitárias, como o uso obrigatório de máscaras por todos (visitantes, trabalhadores, fornecedores e prestadores de serviços), aferição de temperatura corporal dos trabalhadores e usuários na entrada das bibliotecas, entre outras medidas.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...