Morre primeiro catarinense transferido para o Espírito Santo

Nas redes sociais, amigos prestam homenagens a Daniel Pegoraro, lamentando a perda precoce para a Covid-19

Morreu neste sábado (6) o primeiro catarinense transferido de Chapecó para o Espírito Santo para o tratamento da Covid-19.

Daniel Pegoraro, de 34 anos, vinha apresentando melhora no quadro de saúde desde sua transferência, na quarta-feira (3), pela aeronave Arcanjo – 02 do BOA (Batalhão de Operações Aéreas), do CBMSC (Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina).

Eliane, Danieli e Daniel em um dos momentos em família – Foto: Arquivo pessoal/Reprodução/NDEliane, Danieli e Daniel em um dos momentos em família – Foto: Arquivo pessoal/Reprodução/ND

Em Chapecó, Daniel estava internado em um leito improvisado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Ao lado dele estava a mãe, Margarida Zorzi Pegoraro, de 70 anos, que também foi diagnosticada com coronavírus.

Arcanjo – 02 fez o transporte do primeiro paciente para o Espírito Santo – Foto: Arthspotter/Corpo de Bombeiros Militar/DivulgaçãoArcanjo – 02 fez o transporte do primeiro paciente para o Espírito Santo – Foto: Arthspotter/Corpo de Bombeiros Militar/Divulgação

Os sintomas da doença em Daniel começaram no dia 20 de fevereiro. Segundo a esposa dele, Eliane Schmitz Pegoraro, de 30 anos, ele sentia muitas dores nas costas e tosse, por isso procurou o Ambulatório de Campanha instalado ao lado da Arena Condá, no Centro. O diagnóstico do exame foi positivo e a evolução da doença foi rápida.

Nas redes sociais, amigos prestam homenagens a Daniel e aos familiares, lamentando a perda precoce do colega para a Covid-19. Ele deixa a esposa e uma filha de 5 anos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde