MP investiga suposta falta de leitos para atendimento psiquiátrico no Norte de SC

Inquérito foi aberto no fim de maio após municípios da região de Joinville relatarem dificuldades para atender pacientes com problemas psiquiátricos

A dificuldade para o atendimento de pessoas com problemas psiquiátricos na região de Joinville fez com que o MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) abrisse um inquérito para apurar a situação. A ação tem como foco uma suposta falta de leitos para pacientes no SUS (Sistema Único de Saúde).

Ação foi aberta pelo MPSC após municípios relatarem dificuldades no atendimento dos pacientes – Foto: Juliane Guerreiro/NDAção foi aberta pelo MPSC após municípios relatarem dificuldades no atendimento dos pacientes – Foto: Juliane Guerreiro/ND

O documento foi assinado no dia 31 de maio. Nele consta que várias cidades da região, como Schroeder, Jaraguá do Sul e Araquari, estão com problemas para atender as pessoas com alguma doença mental.

Um dos municípios alegou, na ação, que o Hospital Regional Hans Dieter Schmidt, não estaria mais prestando os atendimentos na ala de emergência psiquiátrica devido à exoneração de médicos psiquiatras que atuavam no local.

Inclusive a ausência de médicos para atender aos pacientes da região já foi motivo de outro procedimento aberto pelo MP em 2020.

Além disso, fonte ouvida pelo ND+ disse que houve uma redução no número de leitos passando de 30 para 14 – sete masculinos e sete femininos. As vagas atenderiam todos os municípios que englobam a região Nordeste.

Além disso, em Araquari, uma Câmara Técnica foi montada para dar suporte aos atendimentos psiquiátricos. Uma das orientações era estabilizar o quadro no Pronto Atendimento da cidade.

Por conta disso, o MP pede no inquérito que a Secretaria de Estado da Saúde informe quais os hospitais possuem leitos psiquiátricos para atender pacientes na região, a quantidade de vagas e taxa de ocupação nos últimos 60 dias. O prazo é de que a pasta responda os questionamentos em até dez dias.

ND+ procurou a SES a respeito do assunto, mas não teve retorno até a publicação.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde