“Muita dor de não ver ele”, diz filha da 1ª vítima da Covid-19 em Chapecó

Idoso passou pela UPA antes de ser hospitalizado no HRO; ele ficou internado por 23 dias antes de morrer no domingo (17)

Chapecó, no Oeste do Estado, registrou na noite de domingo (17), a primeira morte de um morador do município pelo novo coronavírus. Um aposentado, de 85 anos, morreu às 19h40 no Hospital Regional do Oeste.

O idoso, que morava no bairro Seminário, estava internado há 23 dias na ala Covid-19 da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital. A reportagem do nd+ obteve informação de que a morte foi atestada como “doença respiratória aguda – Covid-19”. A Secretaria Municipal de Saúde confirmou o óbito. 

Sem funeral, o corpo foi liberado do hospital perto das 10h desta segunda-feira (18), e seguiu para o Cemitério Jardim do Éden, no bairro Quedas do Palmital, onde foi sepultado por volta das 10h15. A família não pôde se despedir do aposentado por conta das orientações sanitárias da pandemia.

De acordo com uma das filhas da vítima, ele havia sido levado à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Chapecó no dia 24 de abril, quando foi transferido ao Hospital Regional com sintomas respiratórios. 

“Depois disso foi para o Regional e não soubemos de mais nada. Eles consultaram lá [na UPA] e disseram que ele tinha pneumonia”, disse a filha. 

Leia também:

O diagnóstico de coronavírus, de acordo com o depoimento, saiu quando o aposentado já estava internado no HRO. Desde então, o idoso permaneceu em isolamento e a família não teve mais acesso ao paciente. 

A filha contou ao nd+ que a família ficou sabendo da morte após ligação do médico do hospital, na noite de domingo. Por conta do protocolo de saúde, ninguém pode se despedir do idoso. “Muita dor por não ver ele”, lamentou a filha.

O aposentado deixou 10 filhos. A filha disse que não sabe onde o pai se infectou, e que nenhum outro familiar apresentou sintomas da doença. “O pai estava fraquinho, bastante fraquinho das pernas”, relatou. A secretaria de Saúde informou que o paciente apresentava outras comorbidades, mas não especificou quais.

Números  

Chapecó é o município com o maior número de pacientes infectados pela Covid-19 em Santa Catarina, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde. 

Os dados atualizados nesta segunda-feira demonstram que há 577 casos confirmados na cidade. Destes, oito pacientes estão na UTI e um na enfermaria. “A maioria são jovens e trabalhadores”, afirmou o prefeito Luciano Buligon (PSL).

A taxa de ocupação da UTI é de 39%, e 4% na Enfermaria. Segundo a Secretaria de Saúde, a maioria dos pacientes infectados mora na Grande Efapi, o maior bairro do município.

Dados do município – Foto: Reprodução/NDDados do município – Foto: Reprodução/ND

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...