Mulher é revacinada contra a Covid-19 após erro durante aplicação em Blumenau

Vídeo mostra o aplicador pressionando a seringa antes da agulha penetrar o braço da paciente; caso está sendo investigado pela Polícia Civil

A mulher que foi imunizada de forma incorreta em Blumenau, no Vale do Itajaí, foi “revacinada” nesta segunda-feira (7). No fim de semana a advogada foi até a Vila Germânica para receber a primeira dose da vacina, mas a aplicação não foi realizada de forma correta e o líquido acabou escorrendo pelo braço da paciente.

Após erro em aplicação, mulher é revacinada contra a Covid-19 em Blumenau – Foto: Reprodução/Prefeitura de Blumenau/Michele LaminApós erro em aplicação, mulher é revacinada contra a Covid-19 em Blumenau – Foto: Reprodução/Prefeitura de Blumenau/Michele Lamin

O caso ganhou repercussão depois que um vídeo gravado no momento da vacinação contra a Covid-19 foi publicado nas redes sociais. As imagens mostram o aplicador pressionando a seringa antes da agulha penetrar o braço de Tânia Marta Gripa. (veja abaixo)

Erro só foi percebido depois

Em conversa com a reportagem do ND+, Tânia Marta Gripa contou que no momento da vacinação ela não viu nenhum problema, já que o servidor aplicou a dose da vacina e não falou nada sobre o imunizante escorrer pelo seu braço. “Como o enfermeiro não me falou nada na hora, eu pensei estar tudo certo”, alegou.

A advogada disse ainda que só foi entender que não havia sido imunizada no domingo ao meio-dia ao mostrar o vídeo da vacinação para a família. Segundo ela, foi o seu filho que viu que a dose da vacina escorre pelo braço.

Preocupada, ela retornou ao Parque Vila Germânica para informar a situação aos responsáveis. Em um primeiro momento chegaram a afirmar que o problema, na verdade, era da seringa da Pfizer e que tudo estava dentro da normalidade. Somente após checarem o vídeo foi possível constatar que a paciente não havia sido imunizada.

O que diz a prefeitura

Por meio de nota a prefeitura informou que foi aberto um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra o servidor que aplicou incorretamente a dose da vacina.

Ainda segundo o município, ele foi afastado da função de vacinador até a conclusão do processo. O fato também foi comunicado à Comissão de Vacinação contra à Covid-19.

A Polícia Civil, por meio da 4ª Delegacia de Polícia especializada no Combate à Corrupção também está investigando o caso.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde