Mulher se recusa a usar máscara e dá tapa no rosto de funcionário público, em Brusque

A Polícia Militar foi acionada e a mulher foi presa por descumprir as medidas de prevenção à Covid-19 e por desacato

A Polícia Militar precisou ser acionada ao Terminal Urbano de Brusque, no Centro, na tarde desta quinta-feira (10), após uma mulher de 46 anos se recusar a usar máscara de proteção à Covid-19 e agredir o diretor do Terminal.

Chegando ao local, os policiais foram informados pelo diretor do Terminal que a mulher estaria se recusando a utilizar máscara e que, antes da chegada dos agentes, ela teria dado um tapa no rosto do diretor, após ser advertida pelo servidor público.

Mulher foi presa por desacatar policiais e não cumprir as medidas de prevenção à Covid-19 – Foto: Gustavo Bruning/Divulgação/NDMulher foi presa por desacatar policiais e não cumprir as medidas de prevenção à Covid-19 – Foto: Gustavo Bruning/Divulgação/ND

Os policiais conversaram com a mulher que desacatou os agentes e se recusou a apresentar os documentos de identificação pessoal.

A mulher recebeu voz de prisão, e apesar de resistir a ordem dada pelos policiais, foi conduzida à Delegacia de Polícia Civil algemada.

Mulher recebeu voz de prisão por desacatar policiais e se recusar a usar máscara – Foto: Secom/DivulgaçãoMulher recebeu voz de prisão por desacatar policiais e se recusar a usar máscara – Foto: Secom/Divulgação

Uso obrigatório de máscara

Desde junho de 2020 o uso de máscara de proteção contra a Covid-19 é obrigatório em estabelecimentos públicos e privados de Brusque, além da disponibilização de álcool em gel.

O descumprimento dessas medidas resulta multa aos estabelecimentos e, em alguns casos, prisão para quem descumprir a medida, além de multa.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde