Na fase mais crítica da pandemia, Joinville reestrutura rede de saúde; veja o que mudou

UPA virou hospital de campanha e outras unidades passam a atender sintomáticos da Covid-19

Depois de o prefeito Adriano Silva anunciar, na segunda-feira (1), que Joinville chegou à fase 3, a mais grave em relação à pandemia, a prefeitura anunciou uma reestruturação na rede de saúde nesta terça.

Reestruturação da rede pública de saúde foi anunciada em coletiva – Foto: Rogério da Silva/PrefeituraReestruturação da rede pública de saúde foi anunciada em coletiva – Foto: Rogério da Silva/Prefeitura

A partir de agora, a UPA Leste, que atendia demanda espontânea de pacientes sintomáticos, passa a atuar como hospital de campanha. Com isso, o local recebe apenas pacientes encaminhados de outras unidades com suspeita ou confirmação de Covid-19. O local vai abrigar leitos de enfermaria e leitos semi-intensivos, que funcionam de forma semelhante a UTIs.

Além disso, a unidade não atende mais urgência e emergência pediátrica. Crianças que precisarem desse tipo de atendimento devem ser levadas à UPA Sul ou ao Hospital Infantil.

Já pacientes adultos que precisarem de atendimento não relacionado à Covid-19 de urgência e emergência devem ir até o PA Norte.

Outras 33 unidades básicas de saúde vão ter atendimento misto, atendendo tanto sintomáticos, que poderão fazer testes nos locais, quanto pacientes com outras patologias. São elas:

UBSF Anaburgo
UBSF Canela
UBSF Costa e Silva
UBSF Jativoca
UBSF Lagoinha
UBSF Morro do Meio
UBSF Nova Brasília
UBSF Parque Douat
UBSF Pirabeiraba
UBSF Rio Bonito
UBSF Rio da Prata
UBSF São Marcos
UBSF Vila Nova Sede
UBSF Vila Nova I
UBSF Vila Nova Rural
UBSF Adhemar Garcia
UBSF Boehmerwald
UBSF Edla Jordan
UBSF Estevão de Matos
UBSF Fátima
UBSF Floresta
UBSF Jardim Edilene
UBSF Jarivatuba
UBSF João Costa
UBSF Paranaguamirim
UBSF Parque Guarani
UBSF Profipo
UBSF Ulysses Guimarães
UBSF Bucarein
UBSF Bakhita
UBSF Comasa
UBSF Itaum
UBSF Saguaçu

Algumas unidades vão atender de segunda a segunda, enquanto outras terão horário entendido até as 22h.

Já as demais unidades vão atender, preferencialmente, pessoas sem sintomas da contaminação pelo coronavírus.

A prefeitura também pretende desligar unidades pequenas para enviar a mão de obra delas ao Hospital São José e outras unidades de saúde.

Em caso de dúvida sobre qual unidade de atendimento procurar, pode-se entrar em contato com o Ligue Saúde ou com o Web Saúde, pelo telefone (47) 3481-5165, de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, ou acessar a lista publicada no site da Prefeitura.

Prefeitura pede ajuda a voluntários

A prefeitura de Joinville também abriu edital para que pessoas da área da saúde possam atender como voluntárias. São necessários médicos, técnicos de enfermagem, enfermeiros e fisioterapeutas e as inscrições podem ser feitas no site do município.

“O grande gargalo é a falta de mão de obra. Nossos times estão estafados e temos demanda por profissionais”, ressaltou Adriano Silva.

A prefeitura afirmou, ainda, que vai comprar mais 20 respiradores e novos testes de diagnóstico da Covid-19.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde