Não se acostume com dores na coluna: Garanta qualidade de vida para o futuro

Hérnias de disco podem ser evitadas ou tratadas sem cirurgia, mas é preciso prestar atenção aos sinais e investigar, em qualquer idade

Problemas na coluna podem ocorrer em qualquer idade – Foto: DivulgaçãoProblemas na coluna podem ocorrer em qualquer idade – Foto: Divulgação

A hérnia de disco é uma doença provocada pelo desgaste dos discos intervertebrais, estruturas que amortecem o contato entre as vértebras. Quando algum destes discos se rompe ou se desgasta acaba comprimindo terminações nervosas, causando dores, formigamento ou fraqueza nos braços, tronco ou pernas.

A hérnia de disco, ao longo dos anos, vem afetando cada vez mais as pessoas mais jovens, isso se deve à sobrecarga realizada nas atividades diárias e pela falta de atividade física regular, além de hábitos de má postura no dia-a-dia e no trabalho.

Com o passar dos anos, pessoas de mais idade que já têm hérnias de disco sem saber, costumam sofrer com o agravamento progressivo da hérnia, isso porque o desgaste do disco progride, formando os conhecidos bicos-de-papagaio (osteófitos).

Fique atento aos sintomas

Quando um disco se rompe ou se desgasta, comprime terminações nervosas, causando dores. Foto: DivulgaçãoQuando um disco se rompe ou se desgasta, comprime terminações nervosas, causando dores. Foto: Divulgação

A hérnia de disco pode desenvolver-se em qualquer região da coluna, mas principalmente no pescoço ou na região lombar. Quando o problema atinge os discos do pescoço os principais sintomas são dores e formigamentos no pescoço irradiando na região dos braços e mãos. Já na lombar, as dores e formigamentos surgem na região lombar, glúteos, pernas e pés.

Descubra o melhor tratamento

A dor causada pela hérnia de disco pode ser de leve a forte, incapacitando a pessoa de trabalhar e realizar as atividades diárias. Por essa razão, o tratamento varia de paciente para paciente.

Administração de remédios, repouso, fisioterapia e acupuntura são alguns procedimentos que podem ser indicados para aliviar a dor; exercícios de fortalecimento sob supervisão são o melhor tratamento atualmente.

A cirurgia só é recomenda nos casos graves, em que a dor é insuportável, onde não houve melhora com uso de medicamentos e fisioterapia, ou nos casos onde há perda de força ou de controle dos esfíncteres.

Faça os exames completos

O tratamento Doutor Hérnia é composto por um exame completo para chegar ao diagnóstico das disfunções do disco, são estudados exames complementares, como radiografias, tomografias e ressonância nuclear magnética, sempre correlacionando a imagem aos sintomas apresentados pelo paciente.

Para cuidar do problema sem intervenção cirúrgica, a franquia Doutor Hérnia criou um protocolo de tratamento, que contempla o ajuste mecânico gravitacional sobre o disco lesionado e gera uma descompressão discal, aliviando os sintomas.

Em sua última estatística, a franquia alcançou resultados que comprovam que os pacientes atendidos pelo método Doutor Hérnia tiveram uma capacitação total da coluna vertebral em 95% dos casos.

Previna-se com boa postura e exercícios

Com a prática moderada de exercícios físicos, sempre com supervisão de um profissional para garantir uma execução perfeita, é possível fortalecer a musculatura da coluna e melhorar a movimentação das vértebras.

Quem trabalha em escritórios ou passa muitas horas sentado está mais propenso a desenvolver a hérnia de disco, justamente por essa falta de movimentação da coluna. Além disso, evitar esforço físico intenso, como carregar peso excessivo, também contribui para prevenir o problema.

Quer saber mais?

Clique aqui e marque uma consulta.

Whatsapp Matriz

 (45) 99825-1100

Facebook

Instagram

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo

+

Saúde Mais