Nova variante da Ômicron é identificada em criança de 3 anos em São Paulo

Segundo a plataforma que disponibiliza dados genômicos do coronavírus, amostra não foi detectada em nenhum outro lugar do mundo

Uma nova variante Ômicron foi identificada em uma criança de 3 anos pelo laboratório Dasa, em São Paulo.

De acordo com registros do Gisaid, plataforma que disponibiliza dados genômicos do coronavírus, a amostra não foi detectada em nenhum outro lugar do mundo. As informações são do R7.

Recombinantes são vírus que apresentam pedaço do genoma derivado dele e outro pedaço de uma linhagem distinta – Foto: Reprodução/Governo de PernambucoRecombinantes são vírus que apresentam pedaço do genoma derivado dele e outro pedaço de uma linhagem distinta – Foto: Reprodução/Governo de Pernambuco

As recombinantes são vírus que apresentam pedaço do genoma derivado dele e outro pedaço de uma linhagem distinta. Por exemplo, a Deltacron é uma recombinação entre um vírus Delta e um Ômicron.

A amostra foi coletada na criança por meio de teste RT-PCR em 16 de fevereiro de 2022. O resultado apresentou compatibilidade com a SARS-CoV-2 BA.2.

Caso a recombinação tenha viabilidade biológica, ela pode infectar outras pessoas e se tornar uma pandemia causada por um novo vírus, que seria a extensão da Ômicron.

Para isso, é preciso ao menos cinco amostras de diferentes indivíduos que contenham a recombinante.

Segundo o instituto, além dessa, outras duas recombinantes foram detectadas em amostras coletadas em 11 de março deste ano. A XE (BA.1/BA.2) foi identificada em duas crianças, de 10 anos.

A recombinante foi identificada no Reino Unido em 16 de janeiro e também encontrada em São Paulo pelo Instituto Butantan.

As amostras são de pacientes que buscam o laboratório para realizar o teste RT-PCR e selecionadas aleatoriamente para o Genov, projeto de vigilância genômica do SARS-CoV-2.

A Secretaria de Estado da Saúde informou que foi notificada e o caso está sendo investigação epidemiológica pela prefeitura da capital. De acordo com o laboratório uma notificação foi feita ao centro de vigilância do estado, que é responsável por comunicar o Ministério da Saúde.

+

Saúde

Loading...