Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Novo decreto de Santa Catarina é insuficiente para conter Covid-19

Avaliação de professor da UFSC é que nova regulamentação "adota poucas medidas restritivas com efeitos diretos e imediatos sobre a expansão da pandemia"

O novo decreto publicado pelo governo de Santa Catarina “adota poucas medidas restritivas com efeitos diretos e imediatos sobre a expansão da pandemia“, avalia o professor Lauro Mattei, do departamento de Economia e Relações Internacionais da UFSC.

Praia de Canasvieiras, no Norte da Ilha de Santa Catarina – Foto: Anderson Coelho/Arquivo?NDPraia de Canasvieiras, no Norte da Ilha de Santa Catarina – Foto: Anderson Coelho/Arquivo?ND

De acordo com ele, o decreto repassa “novamente aos administradores municipais a responsabilidade pela adoção” de regras mais drásticas para conter a expansão da Covid-19.

“Em função disso, o decreto torna-se pouco útil no sentido de configurar uma estratégia articulada de controle da pandemia em todo o território catarinense”, acredita Mattei.

Ele atribui o agravamento da situação às flexibilizações de atividades econômicas em dezembro “para não prejudicar a temporada de verão”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.