Novo decreto fecha bares, igrejas e cinemas em Chapecó

Chapecó registrou cinco mortes por conta do coronavírus nas últimas horas; 22 pacientes foram transferidos para outros hospitais de Santa Catarina

A partir da meia noite deste sábado (13), até o dia 22 de fevereiro, bares, choperias e similares, igrejas, cinemas e teatros não poderão funcionar em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina.  O motivo é um novo decreto assinado neste fim de semana pelo prefeito João Rodrigues (PSD).

Catedral Santo Antônio. – Foto: Reprodução/NDTVCatedral Santo Antônio. – Foto: Reprodução/NDTV

“A Administração Municipal está seguindo uma recomendação do Ministério Público, para o fechamento de algumas atividades não essenciais”, explicou o município.

Restaurantes poderão funcionar das 10h às 14h e, das 18h às 22h. Isso no caso daqueles estabelecimentos que servem almoço e jantar. Já as petiscarias estão suspensas.

O atendimento ao público deve seguir rigorosamente às determinações das autoridades sanitárias, como limite de ocupação, distanciamento, uso de máscaras e álcool gel.

Quem descumprir a regra está sujeito às penas da Lei Municipal 7.456, que prevê até o fechamento dos estabelecimentos e multas de até R$ 150 mil.

Caos em Chapecó

Cinco pessoas morreram vítimas do novo coronavírus entre quinta (11) e sexta-feira, conforme o boletim epidemiológico deste sábado. A cidade também chegou a 2.049 casos ativos da doença e a 152 mortes.

Desde o início da pandemia, 18.733 pessoas já se infectaram com o vírus, sendo que 16.532 já estão recuperadas. Entretanto, 1.540 ainda aguardam resultado de exames, pois são consideradas suspeitas. 

Na sexta, a cidade registrou 223 novos pacientes infectados pela Covid-19, ainda menor do que o totalizado na quinta, quando foram 237. 

Neste sábado, 123 pessoas estão internadas nos hospitais de Chapecó, sendo que 36 estão em leitos para Covid no HRO. No entanto, há pacientes aguardando vaga em salas adaptadas. No hospital Unimed são 13 pacientes hospitalizados na UTI.

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde