Novo mapa de risco da Covid-19 em SC traz mudanças; veja situação por região

Uma das regiões do Estado alcançou o menor risco para a doença desde o início da pandemia

O novo mapa de risco da Covid-19 em Santa Catarina, divulgado neste sábado (4) pelo governo estadual, mostra mais uma região do Estado em nível moderado, o menor nível de risco para a doença.

Mais uma região do Estado alcançou o nível moderado no mapa de risco da Covid-19 – Foto: Leo Munhoz/NDMais uma região do Estado alcançou o nível moderado no mapa de risco da Covid-19 – Foto: Leo Munhoz/ND

Com a atualização, são 13 regiões no nível moderado (em azul no mapa) e quatro no nível alto (em amarelo). A grande novidade fica por conta da melhora na análise da região Nordeste, que abrange Joinville e alcançou o nível moderado, índice ao qual não chegava desde o início da avaliação.

Também houve mudança na região do Vale do Itajaí. Enquanto o Alto Vale obteve melhora na avaliação, passando do nível alto para o moderado, o Médio Vale do Itajaí apresentou piora, subindo para o risco alto.

No Oeste, também houve inversão: enquanto Xanxerê passou do nível moderado para o alto, o Oeste teve melhora nos resultados com resultado de risco moderado em relação à doença.

Como funciona a avaliação do risco para Covid-19 em SC

O mapa de risco elaborado pelo governo estadual avalia quatro fatores relacionados à doença. Com base nesta análise, cada região recebe uma nota que indica qual é o nível de risco. Veja:

Veja a avaliação de cada região de SC no mapa de risco da Covid-19 – Foto: Governo de SC/DivulgaçãoVeja a avaliação de cada região de SC no mapa de risco da Covid-19 – Foto: Governo de SC/Divulgação

Uma das diretrizes analisadas é a gravidade, que diz respeito à ocorrência de óbitos por Covid-19 e à tendência de internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave. Este é o aspecto mais preocupante atualmente, com duas regiões em nível grave e 14 no nível alto.

A capacidade de atenção é outro fator importante e está relacionada à taxa de ocupação de leitos de UTI por pacientes com a doença. Nesta diretriz, também há duas regiões em nível grave, mas a maioria delas alcançou o nível moderado, o menos preocupante.

Outro aspecto avaliado é o monitoramento, que abrange o percentual de vacinados e a variação de casos semanal. Quatro regiões do Estado tem uma análise mais alarmante em relação a esse fator: duas estão no nível grave e duas em nível alto.

Por fim, outra dimensão analisada é a de transmissibilidade, que se relaciona à transmissão da doença. Neste ponto, o mapa está quase completamente azul, embora haja uma região em nível grave e duas em nível alto.

O mapa de risco da Covid-19 em SC é divulgado todos os sábados pelo governo estadual. Com base nele, novas restrições ou liberações são discutidas e implementadas.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...