Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


OAB questiona cronograma e cobra transparência sobre vacinação em Santa Catarina

Documento pede portal com dados detalhados sobre o processo de imunização no Estado

A OABSC, por intermédio da Comissão de Direito da Saúde, mandou ofício à Secretaria Estadual de Saúde e ao Ministério Público pedindo a ampliação da transparência dos dados sobre a vacinação contra a Covid-19 no Estado.

Comissão de Direito da Saúde fez cobrança ao governo do Estado e procuradoria-geral de Justiça  – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom/Divulgação/ND/NDComissão de Direito da Saúde fez cobrança ao governo do Estado e procuradoria-geral de Justiça  – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom/Divulgação/ND/ND

O documento cobra a criação de um portal da transparência com dados sobre vacinas recebidas, distribuídas e aplicadas, além de detalhes sobre o cronograma de imunização, o total de doses enviadas para cada município, a distribuição por grupo prioritário e o percentual de cobertura alcançado em cada grupo.

A medida, segundo o presidente da OABSC, Rafael Horn, é importante para que a população possa acompanhar todo o processo e evitar “eventual quebra da ordem cronológica do plano de vacinação”.

“É importante termos claramente uma meta e um planejamento coletivo para imunizar a população o mais breve possível em razão do cenário de crise sanitária em que estamos vivendo”, adverte o presidente da Comissão de Direito da Saúde, Wilson Knoner Campos.