Ocupação de leitos de UTI Covid: Fiocruz alerta para aumento significativo no Brasil

Pernambuco chegou a 82% de ocupação dos leitos, sendo a pior situação do país; Santa Catarina está em alerta baixo

Diante da expressivo aumento do número de infectados e a rápida proliferação da variante Ômicron da Covid-19 no país, a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) alerta para o aumento na ocupação de leitos de UTI para adultos. Dados do Observatório Covid-19 mostram que dez capitais e um terço dos estados encontram-se nas zonas de alerta intermediário e crítico.

As informações são do R7.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI Adulto pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina está em 92,1% – Foto: Anderson Coelho/Arquivo/ND/A taxa de ocupação dos leitos de UTI Adulto pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina está em 92,1% – Foto: Anderson Coelho/Arquivo/ND/

Ao mesmo tempo que alguns estados desativaram leitos, outros, como Pernambuco, que está com 82% de ocupação de leitos de UTI para Covid-19, estão acionando o Plano de Contingência para tentar frear o aumento dos casos positivos. Outras capitais como Fortaleza, Recife, Belo Horizonte e Goiânia também estão em alerta crítico.

O Rio de Janeiro está em uma situação considerada boa, com 12% do leitos ocupados. Os responsáveis técnicos do Observatório Covid-19 destacam que o número de internações ainda é “predominantemente muito menor” se comparado aos registros de 2 de agosto de 2021.

“Por outro lado, não podemos deixar de considerar o fato de a ocupação de leitos de UTI hoje também refletir o uso de serviços complexos requeridos por casos da variante Delta e de influenza”, destaca parte da nota técnica.

+

Saúde

Loading...