Ônibus devem voltar e restaurantes podem ter flexibilização na Grande Florianópolis

Além da volta do transporte público intermunicipal, associação Brasileira de Bares e Restaurantes espera ampliação do horário para os estabelecimentos até a meia-noite

Os municípios de Florianópolis e região devem atualizar, nesta sexta-feira (4), os decretos com restrições no combate à pandemia da Covid-19. Deve haver flexibilizações para a retomada do transporte público intermunicipal e horários de funcionamento de bares e restaurantes.

Com o fim do decreto publicado em 21 de agosto, que expira nesta sexta, Florianópolis prepara um novo texto com alterações sanitárias. Biguaçu, São José e Palhoça também devem ter novidades nos próximos dias.

Em 25 de agosto, o governo do Estado liberou o transporte público para toda Santa Catarina. Na entanto, a Capital decidiu manter suspensa na cidade a circulação de ônibus intermunicipais.

Na reabertura de bares, Rio de Janeiro registrou aglomerações de pessoas sem máscaras – Foto: Reprodução/Record TV Rio

De acordo com o presidente da Abrasel-SC (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Rphael Dabdab, a expectativa é de que os textos venham com a permissão da entrada de pessoas em bares e restaurantes até a meia-noite. O setor espera também a volta do transporte coletivo na região.

Atualmente, os estabelecimentos podem receber clientes até 22h, com permanência até, no máximo, 23h. “Considerando a melhora de todos os indicadores, temos expectativa de ampliar os horários”, disse.

Além disso, com a volta dos ônibus, Dabdab acredita que quiosques dentro dos terminais integrados possuem condições para serem reabertos. “Tudo com muito cuidado e respeitando as normas”.

“Se você tem uma cafeteria dentro do Rita Maria, você está proibido de funcionar desde março. Agora, se você tem uma cafeteria que está a 10 metros do terminal, você pode operar. Isso acaba gerando um desequilíbrio”, argumentou Dabdab.

Outra mudança esperada é dentro de bares e locais que disponibilizam mesas de sinuca. Há um movimento do setor para que eles sejam reabertos. “A abertura dos snookers deve ser com o devido protocolo de segurança. Não permitir plateia, dois jogadores por mesa, luvas e máscaras”, afirmou.

Leia também:

Números

Com 21 municípios, a região da Grande Florianópolis registrou 31.388 casos de Covid-19 e 376 mortes desde o início da pandemia, segundo a SES (Secretaria de Estado de Saúde). Florianópolis lidera o ranking, com 11,423 casos e 123 vítimas.

Logo atrás está São José. A cidade registrou até a última quinta-feira (3) 5.917 casos de Covid-19 e contabiliza 80 mortes. Confira o boletim completo aqui.

+

Saúde