Paciente é encontrada com larvas na boca somente após ser internada no RS

A moradora passou mal e foi ao hospital, apenas no local descobriu as larvas embaixo da língua

A moradora de Elizabeth Lopes de Oliveira de 64 anos, passou e mal e teve que ser levada ao Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM), na Região Central do Rio Grande do Sul, no dia 16 de janeiro. A chegada ao local, não houve problemas. Até que familiares chegaram depois para acompanhar Elizabeth.

Paciente foi diagnosticada com miíase, quando há infestação de larvas na pelePaciente foi diagnosticada com miíase, quando há infestação de larvas na pele – Foto: Reprodução Internet

Eles relatam que encontraram Elizabeth com várias larvas brancas de moscas saindo da boca, por baixo da língua, e do nariz.

“Eu fiquei desesperada, não acreditei no que estava vendo’, afirma a irmã Rosane Lopes de Oliveira, de 57 anos.

A paciente foi encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave com uma infecção generalizada de miíase, quando há infestação de larvas na pele. Ela se dá a partir da deposição de ovos de mosca em feridas ou orifícios do corpo, originando larvas que se alimentam de tecido humano.

O hospital afirma que o ambiente é limpo e sempre é feita a dedetização, mas que algum incidente pode ter ocorrido “nas dependências do Pronto-Socorro”, o primeiro lugar que Elizabeth pediu ajuda.

+

Saúde

Loading...