Padre que dirigia colégio no Médio Vale morre de Covid-19

Paulo Marconcini foi por 16 anos padre da Paróquia Santo Ambrósio de Ascurra

Conhecido em todo o Médio Vale do Itajaí, o padre Paulo Marconcini morreu em função de complicações da Covid-19 neste domingo (27) aos 77 anos. Natural de Rio do Sul, Paulo foi pároco da Paróquia Santo Ambrósio, de Ascurra, durante muitos anos, e recentemente atuava como diretor do colégio São Paulo.

Padre Paulo foi pároco por muitos anos em igreja de Rio do Sul – Foto: Reprodução/InternetPadre Paulo foi pároco por muitos anos em igreja de Rio do Sul – Foto: Reprodução/Internet

O padre estava em tratamento após ter contraído Covid-19. Infelizmente o sacerdote não resistiu a complicações do vírus. Na internet, o prefeito de Ascurra, Arão Josino, lamentou a morte e decretou três dias de luto oficial no município.

“Deixa um legado de muita dedicação aos jovens, sendo ele um ícone da história de Ascurra”, diz o prefeito na publicação.

História

Nascido em Rio do Sul, o padre Paulo Marconcini fez a formação inicial salesiana em Santa Catarina, no Rio Grande do Sul e em São Paulo. Além de pároco da Igreja Matriz  Santo Ambrósio e diretor do colégio São Paulo, também fundou o Coral Flor do Vale.

Atualmente ele vivia em São João Batista. A Missa de Exéquias acontece nesta segunda-feira (28), às 15h, na Casa de Acolhimento, Restauração e Evangelização (CARE) em São João Batista. Depois disso o corpo será cremado.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...