Pai e filho são sepultados juntos em SC, após as mortes em menos de 24h pela Covid-19

Vendolino Borghezan, 71 anos, e Clederson Borghezan, 32 anos, estavam internados no Hospital Tereza Ramos, em Lages

Uma tragédia familiar abalou a Serra Catarinense e o Estado. Vítimas da Covid-19, pai e filho morreram entre a noite da última quinta (4) e a manhã de sexta (5).

O aposentado Vendolino Borghezan, 71 anos, e o estudante de engenharia de produção Clederson Borghezan, 32 anos, estavam internados no Hospital Tereza Ramos, em Lages, mas não resistiram ao novo coronavírus. Pai e filho foram sepultados juntos na sexta-feira (5), em Otacílio Costa, também na Serra.

Kedy estava na 5ª fase de engenharia de produção e era DJ – Foto: Redes sociais/NDKedy estava na 5ª fase de engenharia de produção e era DJ – Foto: Redes sociais/ND

Moradores do município de Otacílio Costa, Clederson, o Kedy, estudava na 5ª fase de engenharia de produção e também era DJ. Ele foi internado na UTI na segunda quinzena de fevereiro. Já o aposentado Vendolino, o Polaco, foi hospitalizado no início de março.

Clederson ficou internado por mais de duas semanas e foi o primeiro a morrer na noite de quinta-feira (4). O Centro Universitário Unifacvest publicou uma nota de pesar em suas redes sociais.

Aposentado Vendolino ficou internado por apenas três dias – Foto: Redes sociais/NDAposentado Vendolino ficou internado por apenas três dias – Foto: Redes sociais/ND

Já Vendolino esteve hospitalizado por apenas três dias. Um irmão do universitário e filho do aposentado também faz tratamento contra a Covid-19.

Familiares e amigos lamentaram a tragédia familiar pelas redes sociais. “Nossos sentimento a toda família ked e do seu polaco deus conforte corações de toda família nesse momento de dor”, anotou uma amiga.

+

Saúde

Loading...