Pazuello promete vacinar grupos prioritários de SC no 1º semestre

Ministro da Saúde esteve em Chapecó e se reuniu com lideranças para deliberar ações de combate à Covid-19, mas não anunciou ações de controle da pandemia no Oeste de SC

Em visita ao Centro de Observação da Covid-19, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, o ministro da Saúde Eduardo Pazuello prometeu vacinar todos os grupos prioritários ainda no primeiro semestre. Em contrapartida, o ministro não anunciou novas ações para o enfrentamento da pandemia da Covid-19 na região Oeste.

Em coletiva à imprensa o ministro prometeu que vacinará todo o grupo prioritário no primeiro semestre. – Foto: Leandro Schmidt/Prefeitura de ChapecóEm coletiva à imprensa o ministro prometeu que vacinará todo o grupo prioritário no primeiro semestre. – Foto: Leandro Schmidt/Prefeitura de Chapecó

O ministro afirmou que semanalmente está mandando 2,5 milhões de doses e, no fim do mês, vai dobrar a produção, mas não informou quantas serão destinadas a Santa Catarina.

Segundo ele, o Ministério já tem cerca de 580 milhões de doses contratadas e em negociação.

Centro de Observação da Covid

Em Chapecó, Pazuello conheceu o Centro de Observação da Covid o qual disse ser exemplo e servir de modelo. A estrutura conta com 75 leitos clínicos e 20 de UTSI (Unidade de Tratamento Semi-Intensivo).

“Tudo muito organizado. Não parem com a oferta de leitos. Com essa moral e essa capacidade não tem como perder a guerra”, disse.

O ministro se reuniu com o governador Carlos Moisés da Silva, secretários de Estado, deputados, prefeitos e representantes do Ministério da Saúde para discutir sobre a situação do colapso na saúde que se encontram os municípios de Santa Catarina.

O ministro da saúde esteve em Chapecó nesta sexta-feira (5). - Willian Ricardo/ND
1 4

O ministro da saúde esteve em Chapecó nesta sexta-feira (5). - Willian Ricardo/ND

Pazuello conheceu a estrutura do Centro de Observação Covid - Willian Ricardo/ND
2 4

Pazuello conheceu a estrutura do Centro de Observação Covid - Willian Ricardo/ND

Pazuello conheceu a estrutura do Centro de Observação Covid - Willian Ricardo/ND
3 4

Pazuello conheceu a estrutura do Centro de Observação Covid - Willian Ricardo/ND

Pazuello não anunciou nenhuma medida concreta para interromper o colapso na saúde - Willian Ricardo/ND
4 4

Pazuello não anunciou nenhuma medida concreta para interromper o colapso na saúde - Willian Ricardo/ND

“A vinda do ministro é muito importante para ver, in loco, o que estamos fazendo e conhecer nossas demandas. E nos honra a afirmação de que aqui é exemplo para o país”, disse o prefeito de Chapecó, João Rodrigues.

Já o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, disse que o Estado deverá receber mais profissionais de saúde e mais equipamentos do Governo Federal nos próximos dias, para abertura de mais leitos.

Número de óbitos cresce

A Secretaria Municipal de Saúde de Chapecó confirmou na manhã desta sexta-feira (5) novas mortes por coronavírus. O total de óbitos chegou a 326.A cidade tem 5.266 casos positivos de coronavírus e 644 pacientes com suspeita da doença.

Desde o início da pandemia, segundo o Boletim  Epidemiológico, são mais de 27.629 casos confirmados no maior município do Oeste do Estado. Ao todo, mais de 22 mil pacientes já se recuperaram da doença respiratória.

Em meio ao colapso, pacientes são transferidos

Com a superlotação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e enfermaria, o município de Chapecó iniciou nesta semana a transferência de pacientes para Vitória, no Espírito Santo.

As transferências iniciaram e 15 pacientes com Covid-19 devem ser levados para dar continuidade ao tratamento no Estado capixaba. Daniel Pegoraro, de 34 anos, que estava internado na UPA 24h em ventilação mecânica invasiva, ou seja, entubado desde a semana passada, foi o primeiro a ser transferido para o Espírito Santo.

O segundo paciente foi Devenilso Simão dos Santos, de 67 anos, que estava internado na UPA 24h (Unidade de Pronto Atendimento), segundo a Prefeitura de Chapecó. As transferências são realizadas pelo avião Arcanjo 02, do Corpo de Bombeiros. Os pacientes foram levados ao Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, no município da Serra (ES), região da Grande Vitória.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde