Polêmico criador de antivírus é preso por usar calcinha como máscara

McAffe se recusou a retirar calcinha do rosto dizendo que era sua proteção. Polêmico criador de antivírus já teve problemas com autoridades de outros países antes de usar calcinha como máscara

O polêmico criador do antivírus McAffe, o milionário John McAffe foi preso em um aeroporto da Noruega por estar usando uma calcinha como máscara de proteção contra o Coronavírus. Pouco antes de embarcar ele foi abordado por policiais que pediram que ele retirasse a calcinha do rosto. Isso porque as leis norueguesas consideram a exposição de roupas íntimas como atentado ao pudor, passível de prisão.

John McAffe foipreso por usar calcinha como máscara – Foto: Instagram

John McAffe se recusou a retirar a calcinha do rosto dizendo que se tratava de sua proteção. Então foi encaminhado para a delegacia e ficou preso. Sua esposa foi avisada e usou as redes sociais do marido para expor a prisão: “Meu marido foi preso por se proteger do vírus. Alegaram que a calcinha não combate vírus, mas combate bactérias?”, postou a esposa de McAffe.

McAffe teve problemas em Cuba e na República Dominicana

As postagens pararam apenas quando o milionário foi solto, cerca de 14 horas depois de ser conduzido para a delegacia. Mas esta não é a primeira vez que McAffe tem problemas com a polícia. Ele, inclusive, fugiu de seu país de origem, os Estados Unidos, após assumir publicamente que ficou oito anos sem pagar impostos.

Perseguido por autoridades norte-americanas, ele dizia não ser justo o governo ficar com parte de seus lucros se ele não faz uso de serviços do governo.

Após fugir dos Estados Unidos, McAffe foi para Cuba. Entretanto começou a ter problemas com o governo local e se mudou para a República Dominicana. Neste país acabou sendo detido por ter armas no barco em que morava. Antes de ir para a Noruega ele passou alguns dias na Inglaterra. McAffee é fundador da McAfee Associates, que ele adminstrou de 1987 a 1994, quando renunciou.

+

Saúde