Prefeito de Itajaí sugere aplicação de ozônio pelo ânus para tratar Covid-19

Anúncio foi feito em live na noite desta segunda-feira (3), Volnei Morastoni diz que esse será "mais um tratamento" oferecido pela prefeitura

O prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni (MDB), sugeriu a aplicação de ozônio pelo ânus para pacientes que apresentem sintomas do novo coronavírus (Covid-19). A cidade acumula 3.823 casos e 101 mortes relacionadas à pandemia, conforme dados da SES (Secretaria de Estado da Saúde).

O prefeito de Itajaí (SC), Volnei Morastoni (MDB), durante live nesta segunda-feira – Foto: Reprodução/Facebook

O anúncio foi feito em uma live durante a noite desta segunda-feira (3). Em julho, a prefeitura havia começado a distribuir ivermectina para a população como tratamento preventivo a Covid. O medicamento não tem eficácia comprovada contra a doença. O prefeito é também médico.

Veja o vídeo a partir de 21min30s:

“Até o final dessa semana eu quero poder estar iniciando essa outra nova etapa que vai se somando com as outras medidas que estamos fazendo”, afirmou Morastoni.

O prefeito explica que Itajaí se inscreveu no Conep (Conselho Nacional de Ética e Pesquisa) para entrar no protocolo nacional de pesquisa do ozônio. Morastoni ainda cita outros tratamentos como a cânfora, ivermectina e azitromicina.

“Resultado excelente”

Poderão utilizar o tratamento, segundo o prefeito, apenas casos positivos que apresentem algum sintoma da Covid-19. “É uma aplicação simples, rápida de dois a três minutos por dia, provavelmente uma aplicação via retal”, pontuou.

Morastoni ainda afirma que o ozônio tem um “resultado excelente” contra a doença.

“É uma aplicação tranquilíssima, rapidíssima, num cateter fininho, e isso dá um resultado excelente. Nós vamos em breve estar implantando isso também. A pessoa tem que fazer por dez dias seguidos, dez sessões, e isso ajuda muitíssimo em casos positivos de coronavirus”, afirmou.

Ainda não há a definição do local que servirá como laboratório para a atividade.

+

Saúde