Prefeitura de Florianópolis anuncia criação de novo Centro de Atenção Psicossocial 24h

O centro contará 20 leitos e funcionará junto à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Continente

A Prefeitura de Florianópolis anunciou nesta terça-feira (24) a criação de um novo CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) com atendimento 24 horas no munícipio.

O anúncio foi feito pelo prefeito Topázio Neto durante reunião com o secretário Municipal da Saúde, Dr. Paraná, o secretário adjunto, Luciano Formighieri, e a secretária de Assistência Social, Maria Cláudia Goulart. A Capital será a quarta cidade do Brasil a ter um CAPS 24 horas. O centro contará 20 leitos e funcionará junto à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Continente.

Topázio Neto anunciou a criação de novo CAPS durante reunião nesta terça-feira (24) – Foto: /Marcos Henrique Albuquerque/PMF/NDTopázio Neto anunciou a criação de novo CAPS durante reunião nesta terça-feira (24) – Foto: /Marcos Henrique Albuquerque/PMF/ND

O investimento na estrutura para adaptação do local será de R$ 500 mil. Assim que as obras forem concluídas e as equipes contratadas, o local iniciará seu atendimento.

“A pandemia trouxe muito forte essa necessidade de atenção integral à saúde mental. O CAPS 24h era um desejo da nossa administração que agora vai se materializar e trazer benefícios a toda população que precisa destes serviços”, diz o prefeito.

Para a secretária Municipal de Assistência Social, Maria Cláudia Goulart da Silva, a implantação do CAPS IV concretizará a possibilidade de atendimento qualificado às pessoas com quadros graves de uso de drogas como crack e álcool, entre outras. “O local vai permitir acolher e proporcionar o acesso a direitos para além da saúde, proporcionando mais um espaço que visa a reconstrução da autonomia”.

Segundo o secretário Municipal da Saúde, Dr. Paraná, a iniciativa torna Florianópolis uma das poucas cidades do país que contará com esse serviço de pronto atendimento e internação durante 24 horas.

Atualmente, o acesso da população ocorre essencialmente via a APS (Atenção Primária à Saúde) por meio de Centros de Saúde e Equipes de Saúde da Família. Para as questões referentes à saúde mental, essas equipes contam com o suporte técnico dos profissionais dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família composto por psiquiatras e psicólogos que realizam apoio técnico a essas equipes em saúde mental.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...