Prefeitura de Itajaí esclarece recolhimento de ivermectina por determinação da Anvisa

Cerca de 199 mil doses do medicamento chegaram a ser recolhidas depois que a Anvisa informou que os remédios foram fabricados em local sem autorização

Cerca de 199 mil doses de ivermectina chegaram a ser recolhidos em Itajaí, mas devem voltar aos postos de saúde. Isso porque a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) teria determinado, em abril, o recolhimento de alguns lotes do medicamento. Mas, segundo a prefeitura, a determinação não afeta os lotes comprados e distribuídos no município.

Prefeitura de Itajaí esclarece recolhimento de ivermectina por determinação da Anvisa – Foto: Prefeitura de Itajaí/DivulgaçãoPrefeitura de Itajaí esclarece recolhimento de ivermectina por determinação da Anvisa – Foto: Prefeitura de Itajaí/Divulgação

A agência chegou a determinar o recolhimento dos medicamentos, por serem fabricados em um local não autorizado pelo órgão. Mas, segundo a prefeitura, os lotes que devem sair de circulação não incluem os adquiridos pelo município. As 199 mil doses devem voltar aos postos de saúde ainda na próxima semana.

Os medicamentos são produzidos pelo laboratório goiano Vitamedic. A resolução emitida pela Anvisa em abril determina, além do recolhimento, a suspensão da distribuição e do uso.

Segundo a agência, os medicamentos eram fabricados em um local sem a autorização necessária. Diversos lotes foram distribuídos, inclusive para Itajaí.

Em nota, a prefeitura afirma que “a determinação inicial da Anvisa era uma medida preventiva, válida em todo país”, mas que “não afeta os lotes adquiridos por Itajaí e que não há irregularidades na formulação da medicação e em seus resultados”.

Conforme a secretaria Municipal de Saúde informou ainda que “a ivermectina faz parte da Relação Municipal de Medicamentos e deve ficar à disposição da população nas unidades de saúde”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...