Presidente da Caixa é o 4º integrante da delegação brasileira diagnosticado com Covid-19

Pedro Guimarães divulgou teste positivo para a doença neste domingo (26); ele participou da Assembleia Geral da ONU, em Nova York

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, é o quarto integrante da delegação brasileira a ser diagnosticado com Covid-19, após participar da Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), em Nova York.

Segundo divulgado pelo portal R7, o próprio Guimarães anunciou nas redes sociais, neste domingo (26), que foi infectado com o coronavírus.

Presidente da Caixa, Pedro Guimarães anunciou que está com Covid-19 – Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil/NDPresidente da Caixa, Pedro Guimarães anunciou que está com Covid-19 – Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil/ND

Guimarães afirmou: “Ficarei em quarentena seguindo todos os protocolos médicos. Já tomei as duas doses de vacina e comecei a tomar os remédios do protocolo. Também estava em isolamento desde quando chegamos dos EUA, na quarta-feira (22) de manhã. Na segunda passada [20], realizei um teste e o resultado foi negativo. Não estou com nenhum sintoma e continuarei trabalhando daqui de casa. Um abraço e obrigado pelas mensagens”.

Agora, a delegação brasileira que viajou aos Estados Unidos já conta com quatro infectados. Além do presidente da Caixa, tiveram o diagnóstico confirmado o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que continua em isolamento nos EUA; o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho de Jair Bolsonaro; e um diplomata que organizou a viagem, mas cujo nome não foi divulgado.

Já o presidente Jair Bolsonaro confirmou negativo para o novo coronavírus, segundo informação divulgada pela Secretaria Especial de Comunicação Social, neste domingo (26). O resultado é de um exame realizado na manhã deste domingo, no Palácio da Alvorada.

Três ministros do governo tiveram o diagnóstico positivo de Covid-19 na semana passada: Marcelo Queiroga, da Saúde; o advogado-geral da União, Bruno Bianco; e a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

Ainda na sexta-feira (24), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) confirmou estar com Covid-19 e afirmou estar sem paladar e com coriza. Ele tomou a primeira dose da vacina em 26 agosto, mas a segunda dose está prevista para novembro. De acordo com o parlamentar, ele “iniciou os cuidados imediatamente”.

+

Saúde

Loading...